Curitiba sedia, pela primeira vez, o Startup Weekend Women

startup-weekend-women

Durante o final de semana dos dias 23 a 25 de novembro, aconteceu em Curitiba o primeiro evento da Techstars direcionado especificamente ao público feminino, o Startup Weekend Women. O evento contou com a participação de 60 pessoas, totalizando 11 equipes no evento. Uma obrigatoriedade a ser seguida nessa edição, era que 75% das mentoras e juradas fossem mulheres para incentivar a presença feminina na cena empreendedora. De acordo com a organização dessa edição do Startup Weekend, 88% dos participantes eram mulheres, ultrapassando muito a obrigação e conseguindo impactar ainda mais mulheres.

O Startup Weekend é um evento que dura 54 horas ao longo de um fim de semana em que empreendedores, desenvolvedores, designers e interessados pelo assunto se unem para compartilhar ideias, formar equipes e criar startups. É o maior conjunto de eventos de startups do mundo, com edições realizadas em quase 700 cidades em todos os continentes. O objetivo do evento não foi voltado a startup estar pronta pro mercado, mas sim que os participantes entendessem e vivessem todo o processo de validação de uma startup, desde a sua idealização até o pitch.

A programação do evento começou na sexta-feira à noite com a apresentação das ideias e com o objetivo dos participantes convencerem outros a se juntarem a seus times. As ideais mais bem votadas eram escolhidas para virarem uma startup nesse final de semana. Durante o sábado e o domingo, os times focaram em encontrar um modelo de negócios e criar um produto mínimo viável. Durante as etapas, os mentores estavam a disposição dos times para guiar e solucionar as dúvidas. No final da tarde de domingo, os times apresentaram o que construíram e receberam feedbacks valiosos de jurados renomados. Nessa edição, o corpo de jurados foi composto por: Ana Vitória (Bcredi), Carol Gelinski (PUC/Hotmilk), Claudia Machado (FAE), Vanessa Grunwald (Fohat), Linda Machado e Karla Keiko, que votavam e decidiam o resultado do evento.

O projeto vencedor do Startup Weekend Women em Curitiba foi A Caixinha Extraordinária, que foi desenvolvido pela equipe: Amanda Aline, Felipe Leal, Gabriela Almeida, Gessica Cristina Conor,  Julie Lobo, Letticia Francielli, Paula Kopruszinski, Pamela Basso, e Syella Dick. A ideia foi pensada em torno de queixas de pais de crianças autistas ou com síndrome de down, que compartilharam que um dos momentos mais difíceis na relação com seus filhos era a hora de brincar. Assim nasceu a Caixinha Extraordinária. O projeto é baseado em uma caixa de assinatura mensal que auxilia os pais a melhorar a interação com as crianças durante o momento da diversão.

Segundo Paula Kopruszinski, uma das integrantes do time vencedor: “A experiência é realmente rica, poder conhecer tanta gente incrível e conseguir ter auxílio para tirar o projeto do papel é algo que todos deveriam passar e acreditar.”

Uma das organizadoras do evento, Priscila Milk, relatou o por que ter escolhido priorizar o público feminino para essa edição do Startup Weekend. De acordo com ela, o evento não levanta a bandeira do feminismo, mas sim o que motivou ela e sua equipe a fazer esse evento acontecer, é colocar a mulher como protagonista da sua própria história. Segundo Priscila: “Levantar as mulheres através do empreendedorismo e startups é o que as torna mais fortes e proporciona cada vez mais espaço e respeito em um meio com predominância masculina.”

A equipe do Pipefy foi muito bem representada durante o evento: Rafaela Graf, Senior Content Strategist, Morgana da Rocha, Implementation Success Manager e Mylena Ito, Product Designer. As 3 integrantes do nosso time do Pipefy foram mentoras do evento e estavam lá para ajudar com a validação da ideia para que fosse evoluída até a fase de pitch. Rafaela disse que a experiência de trabalhar como mentora no primeiro Startup Weekend Women em Curitiba foi muito enriquecedora e ver os grupos que ela mentorou crescendo, desenvolvendo ideias e conseguindo entregar startups com validação no domingo de tarde foi uma das melhores experiências profissionais que ela já viveu.

Já Mylena, tinha participado em 2015 como inscrita em um Startup Weekend, onde não somente ela, mas outras mulheres tiveram uma participação relativamente tímida – segundo a Techstars, somente cerca de 29% dos participantes dos startup weekends que ocorrem pelo mundo inteiro são mulheres. O evento, para Mylena, foi bastante significativo. Sendo relevante não somente pelas ideias das startups criadas, mas também pela conexão e colaboração entre tantas mulheres incríveis que protagonizaram o evento – seja através das mentorias, da avaliação na banca do pitch final ou liderando a organização.

Com a realização dessa edição do Startup Weekend Women a organização do evento tinha a expectativa de impactar profundamente as mulheres da cidade e levantá-las através do empreendedorismo. Sabiam do possibilidade de causar um impacto na cidade, mas não imaginavam que seria algo tão notório. Diversas empresas, marcas e outras iniciativas abraçaram o evento e, agora, estão abrindo portas para a próxima edição que deve acontecer em Junho/2019.

Written by Brunno Kriger, Content Marketing Intern at Pipefy and an Advertisement student. Addicted to soccer and football, when he is in free time likes to meet friends and relax.