Como a experiência do usuário impacta no crescimento do seu negócio?

Team Pipefy

Você certamente concorda que o mercado nunca esteve tão competitivo. Dessa forma, o investimento em uma boa experiência do usuário é decisivo para sair na frente da concorrência.

De acordo com um estudo da Wakefield Research publicado no G1, 84% das empresas brasileiras estão investindo em estratégias digitais. Um panorama que apenas reforça como a disputa pelos consumidores online está cada dia mais acirrada. 

Mas afinal, como o design de experiência do usuário pode contribuir para o sucesso dos negócios nesse contexto tão desafiador?

O que é experiência do usuário (UX)? 

A experiência do usuário engloba tudo o que ocorre com o público durante seu contato com uma marca. 

Isso vai desde as primeiras ações de marketing até o pós-venda, em que todos os processos precisam ocorrer da maneira mais positiva possível para o consumidor.

No universo online, convencionou-se o uso da sigla UX (User Experience) para as estratégias de criação e otimização das plataformas de interação.

Seja no design do e-commerce, nos canais de contato, nos veículos de divulgação, ou qualquer outro ponto de interação, a regra é garantir o melhor nível de experiência.

Afinal, quando uma pessoa acessa seu site e fica satisfeita, as chances de ela voltar e realizar uma conversão aumentam muito.

A experiência do consumidor deve ser protagonista em qualquer projeto. No entanto, essa demanda necessita de um entendimento profundo sobre suas expectativas e particularidades. 

Como melhorar a experiência dos seus usuários 

Se um bom design de experiência do usuário é a resposta para conquistar e fidelizar o público, então como criar interações que sejam realmente positivas?

Confira quais são os requisitos para que sua empresa obtenha melhores resultados no UX: 

Conheça a fundo o seu consumidor

Como mencionamos, a experiência do usuário necessita de uma base sólida de conhecimentos sobre os comportamentos do público. 

Ao compreender o que a audiência espera e como se comporta, é possível minimizar os fatores que levam ao abandono da sua marca e priorizar suas preferências ao longo do caminho até a conversão. 

Ofereça conteúdos realmente relevantes

Mais que conhecer seus clientes, você precisa despertar seu interesse e fazer com que eles se relacionem proativamente com sua marca.

Ou seja, é importante criar e compartilhar conteúdo de qualidade, que atraia as pessoas a partir de seus desejos e necessidades. 

Além disso, é fundamental que o material eduque os clientes sobre os seus temas de interesse, aumente sua confiança e os prepare para a conversão.

Simplifique os processos 

Mais do que de ter acesso a um bom conteúdo, a audiência precisa ser estimulada a interagir com ele. Portanto, os canais dessa interação devem ser simples e favorecer o engajamento.

Uma boa experiência do usuário é livre de impedimentos e facilita o contato com a marca. Isso significa ter um e-commerce sem cadastros longos, um blog fácil de navegar, um site que pode ser encontrado facilmente etc. 

Tenha um atendimento de excelência 

O design de experiência do usuário também precisa considerar os momentos de interação com o seu atendimento ao cliente.

Seja para tirar uma dúvida, solicitar uma informação, fazer uma compra ou pedir assistência, todas as interações precisam ser qualificadas, ágeis e humanizadas. Os clientes precisam estar sempre felizes e jamais podem ter uma percepção negativa sobre o contato. 

Capriche no visual

Não basta que a navegação do seu site seja simples. Somado a isso, é fundamental que o visual seja atrativo e estimule a permanência do público.

Primeiro, preze pelas melhores práticas de web design e use elementos visuais que criem “atalhos” para facilitar as interações. Além disso, considere o perfil dos clientes para escolher as cores, ícones, padrões e demais itens do site.  

Quais benefícios da experiência do usuário? 

Agora que você já sabe o que é experiência do usuário, é fácil perceber o seu papel para que sua empresa consiga escalar em um mundo cada vez mais digital. 

Entre os benefícios mais significativos do UX, destacamos:

  • Aumento das conversões, já que seu público encontra menos obstáculos para encontrar aquilo que deseja, enquanto seu negócio se posiciona de forma mais atrativa e confiável para atender essas demandas;
  • Melhor posicionamento, pois o design de experiência do usuário está diretamente ligado ao branding da empresa, sendo que a qualidade proporcionada pelas interações da marca também eleva sua percepção perante o público;
  • Fidelização de clientes, graças à tendência que as pessoas têm de priorizar e até de recomendar aquelas empresas que oferecem uma experiência positiva e alinhada às suas expectativas.

O impacto da experiência do usuário no resultado das empresas

Além dessas vantagens, não é exagero afirmar que o UX se tornou o centro de qualquer projeto gerenciado pelas organizações. 

Considerando que o mercado digital apresenta níveis crescentes de competitividade, é evidente que o espaço para falhas é cada vez menor.

Segundo pesquisa publicada pela Spectrum, o custo de corrigir erros em um software já veiculado é até 100 vezes maior do que seria durante sua fase de desenvolvimento.

Além disso, 50% do tempo dos desenvolvedores é gasto corrigindo falhas que poderiam ser evitadas caso o foco estivesse no design de experiência do usuário.

Não há lugar para achismos quando milhares de empresas disputam por um número limitado de consumidores online. 

Inclusive, considerando o volume de negócios que tiveram que migrar para o digital durante a pandemia de Covid-19, é indiscutível que os investimentos em UX devem ser ainda mais decisivos para crescer diante das tendências para o “novo normal”. Se você gostou de saber mais sobre experiência do usuário e quer garantir um nível ainda melhor de fidelização para sua marca, clique aqui e confira nosso artigo especial sobre churn.

Escrito por
Team Pipefy

Receba nossas postagens no seu e-mail

Solicite uma demonstração