Processo de Contas a receber: o que é, qual a importância e como automatizar

Em qualquer departamento financeiro, junto com Contas a pagar, vêm o processo de Contas a receber. Parece óbvio que toda empresa deva saber quais são as diferentes formas de receitas ou quanto vai receber de cada cliente ou parceiro, mas isso nem sempre é verdade. Uma boa organização desse processo pode trazer vários benefícios, como otimização do tempo, previsão de entrada de dinheiro e redução da inadimplência

O que é o processo de contas a receber?

As contas a receber são todas as receitas que uma empresa têm com vendas de produtos e/ou serviços. É um dos processos chaves que indica o quanto de dinheiro entrará em um determinado mês para que seja possível fazer um planejamento de compras e investimentos.

O controle desse processo deve ser feito de forma diária para garantir que a previsão de entrada feita no início do mês irá se efetivar. É normal que exista uma diferença entre o planejado e o executado. Alguns clientes podem atrasar o pagamento, por exemplo, mas com planejamento é possível adiantar recebimentos e manter um fluxo de caixa saudável.

Qual a importância de um processo de contas a receber organizado?

1. Processo de cobrança eficiente

O processo de cobrança é uma das partes mais desagradáveis do processo de contas a receber, porém é essencial para garantir o funcionamento da empresa. Grande parte das vezes os clientes deixam de pagar em dia não por falta de dinheiro, mas por falta de cobrança por parte da empresa. 

Um sistema que avisa automaticamente seus clientes sobre pagamentos que vão vencer naquela semana pode ser bem-vindo. Caso o pagamento realmente não tenha sido feito na data correta, o ideal é não demorar para cobrar o cliente, pois isso atrasa ainda mais o pagamento e atrapalha o seu fluxo de caixa.

Para melhorar ainda mais esse controle é interessante perceber se existe a tendência de que algum cliente atrase os pagamentos com mais frequência e qual o motivo para isso. Assim é possível supervisioná-lo mais de perto para que isso não se torne um problema. 

2. Controle do risco de inadimplência

Com um processo estruturado é possível obter dados sobre os índices de inadimplência da sua empresa e dessa forma ter um planejamento mais assertivo. Por mais que existam estudos de mercado para cada setor, o ideal é que você tenha controle desses números e tendências da sua empresa. O ideal é que o índice de inadimplência não ultrapasse os 5% para que se mantenha saudável financeiramente.

Tendo esse controle é também possível oferecer alguns benefícios para os bons pagadores e dessa forma incentivá-los com descontos ou prioridade a continuarem com todas as contas em dia. 

3. Planejamento saudável de fluxo de caixa

Com todos os dados sobre os valores das suas contas a receber, datas e taxa de inadimplência, é possível calcular com precisão quanto de dinheiro deverá entrar a cada mês mês. 

Isso é essencial para definir o quanto poderá ser gasto e investido. Esse controle é importante para a sua empresa também poder negociar prazo de pagamentos para os seus fornecedores. Além disso, também é possível mensurar recebimentos atrasados de meses anteriores e possíveis juros que a sua empresa pode aplicar.

Esses são apenas alguns dos benefícios que um processo organizado pode proporcionar a sua empresa. A primeira dica para começar a ter todos esses benefícios é tirar esses dados das planilhas e trazer para um sistema que efetivamente vai te auxiliar a automatizar e otimizar suas contas a receber. Teste o Pipefy hoje!

Written by
Marina Mazetto
Customer Success Manager at Pipefy. Graduated in Business Administration and specialized in Process Management and Continuous Improvement.
Solicite uma demonstração