Dicas para gerenciar a sua energia no trabalho de maneira saudável

Carina Bacelar

Você administra bem a sua energia no trabalho? Você já parou para pensar nos esforços que são desperdiçados quando somos improdutivos?

Manter uma boa performance não é algo linear. Afinal, às vezes cedemos à procrastinação a à falta de disposição, perdendo um tempo valioso. 

Por outro lado, quando dedicamos muito empenho a tarefas que geram poucos resultados, o cansaço se torna muito maior e não é nem um pouco recompensador. 

Mesmo que isso soe óbvio, gerenciar a energia no trabalho é algo fundamental para toda empresa. Para você ter ideia, apenas 39% dos expedientes laborais são realmente produtivos, de acordo com um estudo divulgado pela Superinteressante.

A boa notícia é que existem algumas medidas para que você consiga administrar melhor a sua rotina e otimizar a sua energia profissional. Conheça quais são elas e entenda seus benefícios a seguir.

Como gerenciar a sua energia no trabalho? 

Uma boa gestão de energia no trabalho passa pela priorização das tarefas diárias, pela definição de rotinas bem organizadas e por certos cuidados para evitar a procrastinação.

Abaixo, veja como promover esses cuidados para garantir um melhor clima organizacional e satisfação no trabalho:

1. Priorize tarefas

Para começar, você precisa organizar a sua agenda com um bom senso de prioridade. Isso significa delimitar as tarefas que são urgentes e aquelas que são importantes.

Obviamente, atividades urgentes são aquelas inadiáveis e prioritárias. Você precisa realizar elas antes das outras, pois existem consequências imediatas caso você as negligencie.

Já as ações importantes são aquelas com possibilidade de adiamento. Ou seja, por mais relevantes que sejam, é possível passá-las ao dia seguinte caso você não consiga terminá-las. 

Esse primeiro passo é fundamental. Com ele, você sabe exatamente o que mais exige a sua dedicação e por onde começar a organizar a sua rotina.

2. Rotinas que aumentam o desempenho

Por falar na organização da rotina, o segundo passo é listar e ordenar bem as suas atividades. Preveja o tempo necessário para cumprir cada uma delas e deixe intervalos para imprevistos. 

Quanto melhor é a estrutura da rotina e o sequenciamento das tarefas, mais alto é a regularidade e o engajamento profissional, bem como a otimização da energia no trabalho.

Um ponto importante para organizar o seu planner ou agenda é não se esquecer de que a disposição pode ser prejudicada tanto pelo excesso quanto pela carência de esforços.

Sendo assim, mais que garantir uma boa ordem e periodicidade para as demandas, defina também intervalos para descansar, espairecer e recuperar o foco.  

3. Evite a procrastinação

Todos estamos sujeitos à procrastinar. A questão não é fazer com que essa “tentação” desapareça, mas sim traçar meios para afastá-la quando ela surgir. 

Uma boa sugestão é sempre anotar os motivos que tornam uma tarefa importante e quais resultados você conquistará com ela. Trata-se de um ótimo “reforço” para o foco.

Outra opção é dividir as atividades em tarefas menores, para cumprir as obrigações de forma mais leve. Também há um senso maior de “dever cumprido” a cada item riscado da agenda. 

Nos dias mais intensos, não há problema em aumentar a frequência das pausas. Tome uma água, um café ou converse com um colega para retornar com a energia no trabalho renovada.

Importância de um bom gerenciamento de esforços e energia no trabalho 

Muitos empreendedores consideram a gestão de tempo e de energia no trabalho uma soft skill fundamental para suas equipes.

Não por acaso, essa é a melhor forma de manter a produtividade sempre alta e de garantir um bom aproveitamento da rotina profissional.

Além disso, o RH estratégico deve entender que estimular esse tipo de habilidade também é uma resposta de como melhorar o clima no ambiente de trabalho.

Isso porque, quando os antigos e novos colaboradores são capazes de equilibrar seus esforços e de convertê-los em resultados reais, sua atuação se torna muito mais recompensadora.

Ou seja, essa é uma forma de ter um time mais engajado, comprometido, saudável, inserido em um bom clima organizacional e de satisfação no trabalho.

Automatize para manter a energia em alta

Como você pôde ver, gerenciar a energia no trabalho não é uma questão apenas de performance, mas também de saúde emocional. Muitas vezes, essa energia é desperdiçada com tarefas manuais e repetitivas, que acabam desanimando os profissionais envolvidos. Elas podem muito bem ser executadas por um software de automação de processos, como o Pipefy.

Pipefy é uma plataforma de fácil navegação que permite a toda sua equipe construir workflows, centralizar informações e configurar automações — sem precisar entender de linguagem de programação. Com Pipefy, você consegue poupar tempo e energia da sua equipe, eliminando tarefas repetitivas e manuais da sua rotina.

Experimente Pipefy gratuitamente e comece já a transformar seu dia a dia no trabalho.

Escrito por
Carina Bacelar

Receba nossas postagens no seu e-mail