7 Dicas para Transformar seu Local de Trabalho em um Ambiente Democrático

Mentes brilhantes pensam igual? Ou os tolos raramente discordam? Como disse o ativista político americano e pai fundador dos EUA, Thomas Paine: “Não acredito que dois homens, nos chamados pontos doutrinários, possam pensar da mesma forma. São apenas aqueles que não pensam que sempre concordam”.

Em outras palavras, seguir o status quo por uma questão de paz e harmonia resulta em complacência intelectual, que não deve ser confundida com inteligência. Pode-se dizer que é a divergência entre nossas mentes que faz da humanidade a espécie mais bem sucedida e que, sem esses contrastes, nos transformaríamos em uma sociedade distópica sem vida.

Não há problema nenhum em manter perspectivas únicas e diferentes em um local de trabalho. Expressar essas visões diversas é uma coisa positiva. Para estabelecer uma cultura de trabalho democrática, saiba que uma equipe sempre será formada por membros com diferentes pontos de vista. Mesmo que alguns deles não compartilhem suas visões com todos. 

Para aqueles que tendem a evitar conflitos, a pressão de expressar dúvidas e diferenças é grande e desconfortável. No entanto, um local de trabalho saudável deve estabelecer as bases para que se crie um ambiente democrático, que não puna a discordância. Aqui estão algumas coisas para ter em mente ao longo da jornada.

  1. Líderes Não Devem Sentir-se Ameaçados pela Divergência: Grandes ideias vêm de cima e de baixo da hierarquia. Líderes devem ter confiança suficiente em suas habilidades para não verem as dúvidas e objeções dos membros de seu time como uma ameaça. Em uma organização, todos os funcionários devem se sentir apoiados ao expressar suas ideias divergentes e não devem temer represálias ao apresentá-las com respeito. Um bom líder deve incentivar mais líderes, não mais seguidores. Confie que você ou sua empresa contrataram os melhores profissionais e dê a todos a chance de brilhar.
  2. Pratique a Escuta Ativa: Escuta ativa não significa estar pensando, em silêncio, no que você vai responder em seguida enquanto outra pessoa está falando. A escuta ativa envolve atenção total, contato visual, perguntas úteis, repetição de pontos-chave e saber que você deve a si mesmo tirar algo valioso de todas as suas interações – gostando ou não do que a outra pessoa está dizendo.
  3. Crie um Ambiente Seguro para Conversas Abertas: As equipes devem estar cientes de que suas opiniões e ideias são bem vindas e os líderes devem reconhecer verbalmente quando um momento de divergência respeitosa e educada estiver acontecendo. No contexto certo, essas discussões podem gerar grandes ideias novas e tornar-se uma oportunidade para as equipes se unirem. Quando as pessoas estão no espírito certo, a divergência, com respeito e educação, nunca deve ser punida.
  4. Não é Nada Pessoal: Quando alguém discorda de você, não quer dizer que não goste de você. Também não significa que você é menos inteligente. Como sociedade, precisamos parar de ficar ofendidos e ressentidos em situações como essa. As ideias sempre devem ser vistas na perspectiva de “quanto mais, melhor”. Defender a postura “é do meu jeito ou não tem jeito” não é a melhor forma de lidar com isso. No final do dia, trata-se do que é melhor para sua empresa, seus clientes e seus colaboradores. Nunca tenha medo de admitir que a ideia de outra pessoa é melhor que a sua.
  5. Seus Valores Devem Amparar a Divergência: No Pipefy, nossos valores refletem a importância que damos à manutenção de um diálogo aberto entre todos. Um deles, Radical Candor, significa que enfatizamos a importância de estarmos abertos para dar e receber feedback genuíno, rápido e objetivo sobre tudo e qualquer coisa. Desafiamos as pessoas e mostramos que nos importamos, ao mesmo tempo. Outro dos nossos valores, Improve Fast, significa que nossos funcionários entendem que todos estão continuamente desenvolvendo habilidades e comportamentos, como profissionais e seres humanos. Ouvimos as críticas construtivas e trabalhamos em nosso desenvolvimento pessoal e profissional, independente da posição que ocupamos na empresa. Dando prioridade para esses tópicos em sua declaração de missão ou nos valores da empresa, sua equipe se sentirá à vontade para agir desta forma.
  6. Perspectivas Diferentes Produzem Ideias Melhores: Sem mentes diversas, não haveria inovação. Não seria chato se todos silenciosamente concordassem durante todas as reuniões de equipe? Você estaria recebendo as melhores e mais brilhantes ideias se uma “cultura high-five” fosse mais importante do fazer todas as vozes contarem e serem ouvidas? As empresas precisam criar uma atmosfera de compartilhamento, na qual todos os colaboradores são incentivados a apresentar quaisquer ideias que tiverem e as equipes, a fazer com que essas ideias se tornem realidade.
  7. Mantenha a Classe: Ser educado e respeitoso não é apenas uma cortesia; é uma necessidade. Tudo se resume ao respeito. Respeite todas as vozes e pontos de vista, independente de concordar ou quão júnior ou sênior é a pessoa que está se manifestando. Se as coisas esquentarem demais, deixe para discutir o assunto em uma próxima oportunidade e marque um almoço ou happy hour para elevar o moral da equipe.

O compromisso de fazer um ótimo trabalho deve sempre vir em primeiro lugar. Quanto maior a abertura das empresas para ideias e opiniões, maior a probabilidade de os funcionários se sentirem valorizados e motivados a produzir seu melhor trabalho.

Escrito por
Ashley Sava
is Pipefy's Editor and Copywriter. With a background in journalism and content marketing, she uses her wit, writing skills and incurable cheerfulness to leave her readers inspired, hooked and informed. Sava resides in Austin, Texas.
Solicite uma demonstração