O que é gestão colaborativa e quais seus benefícios para a empresa?

Carina Bacelar
Grupo de colaboradores debate com laptops abertos em mesa de madeira

Na medida em que o mercado se transforma e os comportamentos dos profissionais mudam, as empresas precisam se adaptar para garantir ambientes de trabalho mais eficientes e atrativos para os seus talentos. Nesse sentido, a gestão colaborativa merece destaque especial.

Isso porque, ao romper com as antigas hierarquias e descentralizar a tomada de decisões, esse modelo torna os colaboradores mais engajados, valorizados e capazes de se alinhar às rápidas transformações que ditam as novas exigências do contexto competitivo.

Mas, afinal, o que é gestão colaborativa exatamente? Por que ela é vantajosa para as organizações? Como implementá-la no meu planejamento estratégico? Descubra os detalhes mais importantes neste artigo. 

Gestão colaborativa: conhecendo o conceito 

Como o próprio nome sugere, gestão colaborativa é oposta aos modelos tradicionais de gerenciamento corporativo, marcados por decisões verticais e por relações profissionais muito hierarquizadas. 

Ou seja, trata-se da construção de um ambiente de trabalho mais horizontal, em que os profissionais participam ativamente das decisões cotidianas do negócio. Para isso, eles têm total liberdade para compartilhar suas visões, opiniões e novas ideias

Mais que uma maneira de responder rapidamente às rápidas transformações mercadológicas, aderir à gestão participativa também é fundamental para aumentar o senso de pertencimento e de valorização dos colaboradores. 

Isso é algo priorizado especialmente pela Geração Z, que deve protagonizar os postos laborais daqui a alguns anos. Nos Estados Unidos, por exemplo, eles já ocupam 20% de todos os cargos do país, com aproximadamente 61 milhões de pessoas. Os dados são da Forbes.

Benefícios da gestão colaborativa para sua empresa 

Promover um gerenciamento mais aberto às contribuições dos profissionais é algo que gera benefícios simultâneos à empresa e aos seus colaboradores. Nesse sentido, entre as principais vantagens da gestão colaborativa podemos destacar: 

Atração e retenção de talentos

Como citamos, cada vez mais profissionais buscam por empresas menos hierarquizadas e orientadas ao trabalho em equipe. A gestão participativa é excelente para superar a concorrência, atrair e reter os melhores talentos. Ela também reduz as taxas de turnover

Mais criatividade nas ações tomadas pela empresa

Quanto mais pessoas têm liberdade para pensar e propor novas ideias, mais propício é o desenvolvimento de novas soluções de mercado e mais férteis são as atitudes de inovação. Ou seja, esse é um ótimo método para agregar eficiência, melhorias contínuas e superar desafios. 

Aumento da produtividade do time

Se há abertura para a tomada de decisões e liberdade no trabalho em equipe, os profissionais sentem que são valorizados. Isso aumenta o seu senso de pertencimento e engajamento. Consequentemente, o cenário torna-se o ideal para aumentar a produtividade

Comunicação facilitada entre colaboradores

O pressuposto da gestão colaborativa é justamente favorecer o coletivo em detrimento das hierarquias. Isso significa que ela elimina barreiras de comunicação, melhorando o clima organizacional e a fluidez do gerenciamento dos processos internos. 

Como implementar a gestão colaborativa na minha empresa? 

Adaptar todo o organograma de uma empresa com o objetivo de implementar a gestão colaborativa pode ser algo desafiador em um primeiro momento, principalmente se sua equipe já estiver habituada aos métodos de gerenciamento mais tradicionais. 

O ideal é iniciar a implementação gradualmente. Começando por um departamento ou projeto, você otimiza o tempo de adaptação dos profissionais e cria uma base mais sólida para ampliar a inserção do modelo. Como ponto de partida, fique atento aos seguintes requisitos:  

  • Compartilhe o planejamento: toda a equipe precisa ter clareza sobre os rumos estratégicos do negócio, para que tenha condições de trabalhar conjuntamente em prol de seus objetivos;
  • Garanta clareza às atribuições: mesmo que profissionais tenham o mesmo peso hierárquico, seus papéis são diferentes. Faça com que todos tenham ciência de suas funções e saibam a quem recorrer perante cada atribuição;
  • Alinhe a comunicação: a fluidez na troca de informações é indispensável. Por isso, não deixe de realinhar os processos, automatizar tarefas, integrar canais, entre outras ações capazes de otimizar a comunicação o máximo possível. 

Quer implementar a gestão colaborativa de um jeito mais eficiente e intuitivo em sua equipe? Conheça agora o template grátis de gestão colaborativa do Pipefy. Ele é a ferramenta ideal para garantir que os colaboradores compartilhem novas ideias com todas as áreas da empresa e fomentem uma cultura interna de inovação.

Escrito por
Carina Bacelar
Content writer @ Pipefy. Articles about tech trends, business practices, and process automation.

Receba nossas postagens no seu e-mail