Guia completo sobre CRM de vendas

Isabelle Wuilleumier Salemme
Homem tecla em laptop com programa de CRM aberto, mostrando métricas

Todo negócio busca ser lucrativo. E sem vendas, não há dinheiro entrando — portanto, não há crescimento. Por isso, as empresas devem melhorar a forma como gerenciam seu relacionamento com os clientes para obter sucesso no mercado. Um dos detalhes mais significativos de um negócio organizado é ter um CRM de vendas claro e padronizado. Empresas saudáveis têm pipelines (ou funis de venda) de alta conversão, sem bloqueios ou gargalos.

De forma bem realista, não existe um funil de vendas que converta 100% dos leads em clientes. Mesmo o mais simples dos ciclos de compra é influenciado por uma diversidade de fatores. O que uma operação de vendas mais organizada e bem estruturada faz é garantir que o processo converta de maneira mais fluida dentro de sua realidade.

O que é CRM? 

A sigla CRM é derivada da expressão em inglês Customer Relationship Management. Ela se refere à combinação de estratégias, processos e ferramentas tecnológicas que priorizam o relacionamento das organizações com seus clientes, integrando processos de vendas, marketing, atendimento e customer success.

O objetivo final é proporcionar a melhor experiência possível a esses clientes, do início ao fim das suas jornadas, e fidelizá-los uma vez fechado o negócio. Proporcionar experiências personalizadas, em que parece que o produto ou serviço “foi feito” para o consumidor, parece ser o caminho de uma relação duradoura e de novos negócios.

Segundo uma pesquisa da PWC, 49% dos clientes na América Latina deixaria de comprar com uma empresa, mesmo se o produto ou serviço for satisfatório, se eles atravessarem uma única experiência ruim com a organização. O percentual é bem maior que o de clientes globais (32%) que tomariam a mesma atitude.

As origens dessa estratégia remontam à década de 1970, quando empresas começaram a perceber que a empatia com o consumidor trazia mais resultados que o mero foco no desenvolvimento de seus produtos.

Essa mudança de perspectiva reforçou a necessidade de desenvolver processos que garantissem mais conversão, fidelização e competitividade para a empresa. O vídeo abaixo, do portal techtarget.com, explica de forma ilustrativa o que é um CRM:

Usando um CRM, empresas de todos os portes gerenciam e analisam todas as interações com clientes, antecipando necessidades, aumentando as conversões de leads e garantindo um relacionamento positivo e duradouro.

Dentro de uma ferramenta de CRM, é possível registrar todos os clientes, além de organizar e gerenciar todas as interações com eles. Isso permite contatos mais personalizados e bem-sucedidos.

Já a prática de CRM abarca todas as diretrizes de como proporcionar essas experiências positivas e garantir um processo de vendas e de pós-venda mais eficiente e satisfatório para todas as partes.

Diferença entre estratégia CRM e sistema CRM

Muita gente confunde, mas é importante diferenciar de que aspecto estamos tratando quando falamos em CRM: se da estratégia CRM ou de uma tecnologia CRM. 

A principal diferença é que um sistema CRM é um software ou ferramenta digital onde os dados dos clientes são organizados e armazenados, facilitando o contato permanente e o acompanhamento de toda a jornada do cliente em um só lugar.

Nesses softwares, é possível criar um processo de funil de vendas estruturado, com etapas definidas e responsáveis por cada ação bem assinalados. Também é possível gerar métricas e relatórios, automatizar a comunicação com leads e conferir o desempenho de cada vendedor a partir de dados do processo. 

Os benefícios trazidos por essas ferramentas são tão significativos que elas se tornaram praticamente obrigatórias em uma empresa. Segundo o Fortune Business Insights, o mercdo global de plataformas de CRM deve alcançar US$ 145,79 bilhões em 2029, o que representa um crescimento médio anual de 12,5% desse segmento a partir de 2022. 

Já a estratégia CRM (ou processo CRM) é o planejamento que estrutura esses fluxos conectados de vendas, marketing, atendimento ao cliente e Customer success. É o desenvolvimento padronizado e otimizado dos processos que visam aumentar conversão e garantir a fidelização de clientes através de sua jornada. 

Mas estratégias e ferramentas são complementares, e não devem estar isoladas. Uma boa ferramenta de CRM consegue organizar e padronizar processos com mais facilidade, fazendo com que a estratégia alcance o sucesso pretendido e priorizando o foco no cliente — em vez dos gargalos e erros constantes provocados pela desorganização de informações e pela quantidade de tarefas manuais

O que é um CRM de vendas?

O CRM de vendas tem tudo a ver com o relacionamento fornecedor-cliente e reflete as etapas do seu ciclo de vendas. Também pode ser entendido como o processo em que representantes de vendas transformam novos leads em clientes reais.

Esse processo começa com o usuário identificando um problema (ou vários deles) e procurando uma solução. Geralmente é a equipe de marketing que cuida dessa primeira etapa, despertando o interesse dos leads por meio de conteúdos diversos. Esses materiais representam o primeiro contato do potencial cliente com o produto ou serviço.

Com o “despertar” do potencial cliente para a solução oferecida, a inscrição, signup ou contato é o passo seguinte. Esta é uma ótima notícia: você tem um novo lead que entrou em seu funil de vendas!

A partir desse momento, o time de vendas trabalha em etapas:

1. Prospecção

2. Preparação

3. Abordagem

4. Apresentação

5. Follow-up e gestão de rejeições

6. Fechamento

Em um processo customer-centric, ou centrado no cliente, os vendedores buscam entender as necessidades do lead para então apresentar a melhor a solução oferecida por seu produto ou serviço. Durante o processo comercial, também é essencial definir as expectativas até o fechamento do negócio. 

Como funciona um CRM de vendas?

Um software de CRM de vendas é uma ferramenta tecnológica que dá suporte a toda a gestão de relacionamento com os clientes, transformando os processos de vendas, gestão de informações de clientes, pipeline de vendas, marketing, atendimento e outros em workflows estruturados, geralmente baseados na nuvem. 

Um CRM de vendas permite otimizar constantemente seu funil de vendas, pois todo o histórico dos clientes e das conversões (ou oportunidades perdidas) fica registrado. Com isso, é possível extrair métricas em tempo real e, consequentemente, um acompanhamento regular do sucesso da estratégia de CRM.

Tipos de CRM de vendas

A tecnologia de CRM de vendas, entretanto, é mais complexa do que muitos imaginam. Existem diversos tipos de ferramentas de CRM que podem ser implementados, dependendo das necessidades de cada time. 

Hoje em dia, muitas das plataformas abarcam todos os tipos, mas ainda é importante entender as particularidades e funçoes de cada um, para identificar qual lado precisa ser mais robusto de forma a resolver os problemas do seu time.

Analítico

O CRM analítico é o ideal para identificar detalhes do comportamento e das necessidade dos potenciais clientes de uma empresa. Seu foco é o processamento e análise de dados referentes a todas as operações de relacionamento com os consumidores. 

Esses dados podem ser dispostos em gráficos e relatórios, e trazem informações relevantes para que vendedores e seus líderes possam identificar oportunidades e contornar gargalos da operação. É com base nessa tecnologia centrada em dados que uma estratégia de CRM mais eficiente pode ser posta em prática. 

Operacional

O CRM operacional está focado no dia a dia, na operação regular dos times de Vendas, Marketing e Atendimento. Ele facilita o acesso dos vendedores a informações completas, o envio de emails de follow-up e a coleta de feedbacks

Trata-se de uma ferramenta muito mais focada nas atividades que no processo em si, centrando suas funcionalidades na boa comunicação e acompanhamento dos clientes. Esse é o tipo de ferramenta mais utilizado hoje em dia, simplesmente por viabilizar a interação contínua com os potenciais compradores. 

Colaborativo

O CRM colaborativo, por sua vez, é focado na interação com clientes, na interação entre diferentes departamentos que cuidam de clientes, e na conexão entre seus processos. O objetivo é reunir informações e agilizar os fluxos entre áreas como Vendas, Atendimento ao Cliente, Marketing e mais. 

Como resultado, fica mais fácil implementar e monitorar uma estratégia de CRM de ponta a ponta e aumentar a produtividade de forma horizontal. Também melhora a satisfação do cliente, que é o foco de toda a operação. 

Um CRM colaborativo permite automação de processos e integrações com outros apps utilizados, de forma a integrar fluxos de trabalho e evitar erros na transferência de informações entre eles. Assim, fica mais fácil identificar gargalos em qualquer proceso. 

Um atendente de pós-venda pode, por exemplo, identificar deficiências de um vendedor em um feedback oferecido pelo cliente, e transferir essas informações para a equipe competente. Assim, o mesmo tipo de problema não volta a ocorrer. 

Estratégico

Como o nome já deixa claro, o CRM estratégico é uma tecnologia que facilita a implementação e acompanhamento da estratégia de CRM, permitindo que você monte processos inteiros, conecte-os e aplique automações para eliminar tarefas manuais e repetitivas. Ele é uma espécie de interseção entre os tipos já mencionados neste artigo. 

Dentro do CRM estratégico, você consegue montar um banco de dados e efetivamente cultivar a relação com seus clientes, colocando o foco totalmente nos seus potenciais consumidores. Assim, você tem à disposição tanto os dados como os meios de cultivar os leads e, posteriormente, fidelizá-los. 

Usando dados preenchidos pelo lead no cadastro, históricos de interações, histórico de vendas e a performance prévia dos vendedores, um programa de CRM estratégico consegue definir o perfil de cada cliente e ajudar os líderes e gestores a traçar estratégias mais eficazes de marketing, vendas, pós-venda e atendimento ao cliente. 

O CRM estratégico consegue antecipar as necessidades dos clientes e facilita o contato qualificado entre eles e a empresa, etapa a etapa. Isso ajuda na conquista de prospects, nas conversões e na fidelização dos seus clientes. 

Benefícios de um bom CRM de vendas

Um bom CRM de vendas ajuda que seu time faça menos esforço para agradar e conquistar clientes. Por isso, investir em uma ferramenta de qualidade traz retorno garantido, e pode elevar bastante sua receita com vendas, a satisfação de seus clientes e a precisão de suas campanhas de marketing. Veja a seguir alguns benefícios de um CRM de vendas. 

Toda a base de contatos em um só lugar

Centralizar os dados do pipeline de vendas torna possível visualizar as informações de seus leads em um só lugar. É uma abordagem mais fácil e eficiente do que armazenar tudo em diferentes ferramentas, como email, aplicativos de chat e planilhas.

Você pode registrar toda a sua base de clientes, com informações completas, e acompanhar todo o passo a passo desses clientes rumo à conversão. Você não corre o risco de perder dados importantes, como ocorre com planilhas, e pode extrair dados úteis sobre sua base de clientes.

Fácil visualização do desempenho

Extrair dados do processo permite que você comece a construir uma operação mais estratégica, prevendo conversões, comparando resultados, verificando o desempenho de cada fornecedor e identificando gargalos.

O ideal é que você tenha um volume grande de dados para consultar, e seja capaz de usar filtros e cruzar informações, além de aplicar segmentações e criar relatórios, periódicos ou não. Assim, líderes e equipe ganham visibilidade sobre tudo o que possa estar funcionando ou não, e podem propor soluções de forma quase imediata – o que é fundamental em um mercado tão competitivo. 

Execução padronizada

A criação de um processo de CRM de vendas eficiente significa que todos os vendedores estarão alinhados em cada etapa do processo, ganharão eficiência e melhorarão as taxas de conversão e experiência de seus leads

Todos terão visibilidade sobre o processo a ser seguido, suas etapas e as informações necessárias. Um workflow faz basicamente isso: guia o trabalho e centraliza dados. Assim, se algum profissional sai de férias, por exemplo, todos os outros colegas terão visibilidade dentro do CRM sobre o status da negociação ou do atendimento ao cliente. 

Melhora na conversão e gestão de tempo

Com um processo menos sujeito a erros e ao trabalho manual, a equipe de Vendas terá mais tempo para se dedicar a trabalhar a relação com os leads. Isso significa que, potencialmente, essa gestão será mais eficaz e personalizada. E assim, sua empresa pode alcançar taxas de conversão mais altas.

Automação de tarefas repetitivas

A automação de tarefas consegue tornar o trabalho mais fácil e rápido, delegando tarefas antes manuais a um software competente. Isso torna a comunicação (com clientes ou dentro do próprio time) mais precisa, e melhora a consistência e a produtividade do processo. 

Quando tarefas manuais, como envio de emails à base de clientes, passam a ser configuradas e executadas no software, sua equipe ganha tempo para estreitar relacionamentos e previne erros (que podem até custar um negócio fechado).

Métricas mais precisas

Muitos dos softwares de CRM de vendas estratégicos ou analíticos permitem extrair dados complexos em tempo real. Assim, você pode acompanhá-los de perto e melhorá-los constantemente a partir de insights úteis que esses números podem trazer. Seja para equipes de Vendas, Marketing, Atendimento ao Cliente ou o que for. 

Maior visibilidade sobre a jornada do cliente

Toda a sua equipe de vendedores ganha mais visibilidade sobre a trajetória dos seus clientes e sobre as etapas dos processos, e isso permite maior colaboração e organização. Em um processo que abriga uma base de dados personalizada, nenhum contato ou registro de interação se perde, e todos têm acesso a todas as atividades em curso. 

Melhora a personalização dos contatos

A qualidade das informações pode fazer toda a diferença em uma negociação. Ao reuni-las, um CRM aumenta as chances de êxito do vendedor, porque coloca diante dele (de forma acessível) muitas informações fornecidas pelos clientes ou coletadas sobre eles. 

Assim, cada vendedor pode estudar minuciosamente as necessidades de seus clientes e seu comportamento antes de uma call. Isso vale também para os times de Marketing e para equipes que atuam no pós-venda. 

A personalização aumenta a identificação dos clientes com o conteúdo que vai impactá-los, e um contato sem erros depois da conversão melhora bastante a experiência geral daquele cliente com a sua empresa, surpreendedo-o e tornando mais fácil o caminho da fidelização.

Torna o processo de vendas mais simples e coeso

Já falamos aqui sobre execução padronizada, então cabe ressaltar que um CRM simplifica todo o fluxo de vendas e outros processos associados com foco no cliente. 

Isso porque todas as equipes sabem exatamente que etapas seguir, a quem pedir aprovação e para quem encaminhar informações. Assim, você reduz a ansiedade dos colaboradores e torna os resultados mais previsíveis. 

Com a redução do volume de tarefas manuais, o processo como um todo fica menos sujeito a erros, e portanto, mais controlado e fácil de seguir. 

Facilita a colaboração entre os vendedores

Como um CRM aumenta a visibilidade e conecta processos diferentes, inclusive de diferentes departamentos, a colaboração dentro dos times fica mais fácil. Sua empresa consegue promover uma abordagem mais multidisciplinar no atendimento ao cliente, elevando o nível de cuidado e foco na sua satisfação completa. 

Toda empresa precisa de um CRM de vendas?

Uma empresa certamente consegue existir sem uma ferramenta de CRM de vendas. No entanto, a ausência de uma plataforma para estruturar, automatizar e centralizar processos de relacionamento com clientes pode causar uma série de problemas e prejudicar bastante o desempenho das vendas. 

As alternativas mais populares às plataformas de CRM são planilhas. Apesar de promoverem certa organização, as planilhas apresentam uma série de desvantagens, como, por exemplo:

  • Erros frequentes: com a inserção de dados manual e a falta de comunicação entre colaboradores que atuam no processo, erros (até de digitação) podem ser muito comuns, e alterar drasticamente seus resultados. 
  • Retrabalho: os erros constantemente levam ao retrabalho. Com isso, os profissionais envolvidos perdem tempo precioso que poderia ser direcionado para melhorar as conversões e o relacionamento com os clientes. 
  • Impossibilidade de automação: as planilhas oferecem possibilidades de automação muito limitadas. Sem automação, seus processos serão mais lentos e menos precisos, podendo causar insatisfação nos colaboradores por causa das tarefas repetitivas e manuais. 
  • Falta de visibilidade: as planilhas oferecem visibilidade limitada sobre os dados. Não é possível saber com facilidade, por exemplo, quem fez determinada alteração ou quais eram os dados antecedentes — é preciso encarar o histórico de versões, onde nem sempre é fácil de encontrar informações importantes. 
  • Mais dificuldade na extração de métricas: é até possível extrair algumas métricas de planilhas, mas nem sempre isso é uma tarefa fácil e rápida. Uma ferramenta de CRM pode proporcionar painéis e relatórios em tempo real e com altíssimo nível de customização.
Aumente suas vendas com um software projetado para facilitar a vida de quem não tem conhecimentos de programaçãoDescubra as facilidades das plataformas low-code

Como gerenciar seu CRM de vendas

Ao construir seu processo de vendas do zero, você pode usar o padrão de mercado como referência. Independentemente do processo de vendas típico, é sempre importante adaptar as etapas às necessidades da sua empresa.

De maneira simples, você pode moldar seu processo:

  • Definindo as etapas.
  • Compreendendo as informações necessárias para completar cada etapa.
  • Questionando se há alguma maneira de melhorá-lo. Existem etapas que você pode omitir ou automatizar? Ou então, como otimizar as etapas existentes?
  • Usando uma plataforma de CRM para construir seu processo e fazer as coisas funcionarem.

Recursos indispensáveis de um bom CRM de vendas 

Escolher um CRM de vendas é certamente uma decisão importante. É um investimento a longo prazo, que vai impactar na produtividade do seu time e na competitividade da sua empresa. Portanto, recomendamos que você invista em um CRM completo, que ofereça a lista de funcionalidades a seguir: 

Automação de processos

A automação de processos consegue torná-los mais ágeis e menos propensos a erros. Com isso, a operação do seu time ganha precisão e, consequentemente, experimenta um aumento de produtividade. 

Automações podem ser usadas de diversas formas em um processo de vendas: no envio automático de uma proposta ao cliente (com informações já coletadas em emails de follow-up), no encaminhamento imediato de determinado contato para outros setores (como o de customer sucess), e na designação de leads a vendedores de acordo com dados das negociações, por exemplo. 

Na hora de escolher um CRM, não deixe de buscar um que permita automatização de processos. E lembre-se: é muito importante que essas automações possam ser configuradas por qualquer membro do time, e não necessariamente por um profissional de TI. 

Com isso, seu processo pode ser montado e otimizado sem precisar do TI, de forma muito mais rápida e eficiente (pois quem está diretamente envolvido nas operações é que vai criar essas regras de automação). Plataformas low-code se destacam nesse aspecto.

Integração com outras ferramentas

A integração de um software de CRM com outras ferramentas (como Mailchimp, Salesforce etc) permite que você centralize todos os seus dados e atividades em um só lugar, e que esses outros aplicativos que tornem seu processo mais eficiente e aumentem seu potencial de atuação.

Quando falamos em CRM, algumas integrações podem ser cruciais para facilitar as interações com clientes e vender mais rápido. Assinaturas digitais em contratos enviadas e coletadas automaticamente, mensagens no WhatsApp e por SMS e muito mais. 

A melhor parte é que, integrando seus aplicativos, você para de desperdiçar horas de trabalho  transferindo dados manualmente.

Customização do pipeline

Poder personalizar seu pipeline livremente é uma grande vantagem. Ao criar etapas, automações, regras e formulários sem restrições, você consegue tornar seu processo único e específico para o seu negócio, aumentando suas conversões e a qualidade do seu relacionamento com clientes. 

É importante também que toda essa customização seja feita em uma plataforma visual e intuitiva, onde alterações nos fluxos de trabalho possam ser feitas de maneira rápida e fácil. 

Relatórios com insights

De nada adianta poder construir e otimizar processos livremente se você não souber como nem onde aplicar essas mudanças. Essa consciência só vai vir depois que você analisar a performance do seu pipeline. Ou seja: os números. 

Por esse motivo, você deve sempre buscar uma ferramenta de CRM que una características operacionais e analíticas. O ideal é que a plataforma escolhida consiga gerar relatórios em tempo real e dispor painéis personalizados, com informações completas sobre a execução dos seus processos e sobre a sua base de dados de clientes. Assim, você poderá sempre tomar decisões mais seguras e traçar estratégias baseadas em dados. 

Qual o melhor software de CRM de vendas?

Listamos abaixo algumas opções de CRMs de vendas disponíveis no mercado. 

É sempre importante lembrar que, quanto mais customizável for o programa e mais fácil for integrar o CRM aos outros processos da sua empresa de forma simples e intuitiva, mais ele vai aumentar a colaboração e ajudar nas suas conversões. Mesmo que suas operações escalem a médio ou longo prazo. 

Pipefy

O Pipefy é uma ferramenta de BPA low-code. Isso significa que ela vai bem além da automação de tarefas: ela padroniza e automatiza processos inteiros, facilitando a conexão fluida e eficiente entre todos os processos da sua empresa — incluindo todos envolvidos na sua estratégia de CRM.

Arte mostra um esquema de uma regra de automação sendo montada

A customização é o ponto alto do Pipefy. Você pode montar e otimizar processos à vontade, definindo e reconfigurando etapas e requisitos para cada atividade, construindo formulários completos para coletar dados de clientes ou de vendedores e muito mais – sem custos adicionais e em questão de minutos. 

Tudo isso é feito em uma interface simples e visual, que pode ser manuseada sem dificuldades por profissionais que não tenham qualquer conhecimento de programação. Para otimizar processos complexos, basta apenas clicar em ícones e arrastá-los. 

Trata-se se uma solução de CRM completa, que é mais barata que outras opções existentes no mercado e oferece suporte grátis. Para você testar, o Pipefy oferece um plano gratuito, com o qual você pode começar a conhecer as vantagens e funcionalidades dessa plataforma. Esses benefícios incluem:

  • Customização rápida: crie o processo de vendas ideal para a sua empresa, definindo etapas, os responsáveis por cada uma delas, notificações, disparos de emails padronizados e automações. Tudo isso sem precisar programar.
  • Escalabilidade: graças à personalização do Pipefy, você consegue identificar gargalos e otimizar seu processo constantemente. Se suas vendas crescerem, você pode manter o controle sobre seus processos e escalar suas operações. 
  • Painéis e relatórios confiáveis: extraia relatórios e painéis para controlar cada etapa do seu funil de vendas. Meça as taxas de conversão, contratos fechados e perdidos, pipeline por vendedor e muitos outros aspectos da sua operação. 
  • Conexão eficiente entre processos: estabeleça fluxos de informação eficientes entre os times de Vendas, Atendimento ao Cliente, Financeiro e Customer Success, e centralize todos os dados sobre seus clientes em um só lugar.  Lance mão das automações para orquestrar e acelerar diferentes processos da sua empresa. 
  • Integração com ferramentas que você já usa: não precisa mais transferir informações manualmente de um sistema para outro. Você pode integrar o Pipefy às suas ferramentas preferidas, reduzindo riscos ligados à inserção manual de dados e centralizando informações relevantes sobre seus leads e clientes em um só lugar.
Pipefy é a melhor opção para quem busca organizar seus processos em um CRM de vendas intuitivo e fácil de usar, mas também completo e escalável.Saiba mais

Zoho

O Zoho é uma plataforma de CRM que cobre todo o ciclo de vida de vendas, marketing e atendimento ao cliente. Permite automatizar workflows e orquestrar processos ligados à estratégia de CRM, em uma interface customizável e que não demanda conhecimentos técnicos de código para ser utilizada. 

Entre suas funcionalidades, se destacam: gerenciamento e acompanhamento de leads, gerenciamento de negociações, gestão de contatos de clientes (incluindo a possibilidade de contato direto com esses consumidores por diferentes canais) e automação de fluxos de trabalho ao longo de toda essa jornada do cliente. 

Também é possível gerar dados e relatórios em tempo real sobre toda a sua estratégia de CRM, a partir da execução da sua operação dentro do software. 

A plataforma tem uma versão gratuita, bastante limitada. Entre suas limitações, segundo o relato de vários usuários, estão o suporte ao cliente demorado e difícil de acionar, além de problemas nas integrações na e conexão de diferentes processos, atrapalhando a experiência do usuário e dificultando a orquestração de processos mais complexos.

RD Station CRM

O RD Station CRM é uma ferramenta de CRM brasileira lançada em 2018, voltada para pequenas e médias empresas. Dentro do sistema, é possível acompanhar a qualificação de leads em quadros Kanban, atravessando todas as etapas do funil de vendas e reunindo métricas relevantes sobre toda a operação — o que gera insights construtivos sobre o processo. 

A ideia da plataforma é ser simples e fácil de usar, e uma alternativa funcional às planilhas e emails. Tudo começa pela definição de etapas do processo, de forma que se obtenha um funil de vendas padronizado para todos os vendedores qualificarem leads de forma organizada. 

É possível personalizar campos e registrar todos os dados da operação comercial, como produto, preço, quantidade, contatos do lead etc. A ferramenta também configura lembretes para que sua equipe não esqueça de tarefas relevantes, e notifica toda vez que um possível cliente vê um email enviado pelo time, permitindo um follow-up imediato.

A desvantagem é que o RD station é uma ferramenta relativamente simples, e que é focada apenas em CRM. Isso não permite que você conecte seu funil de vendas a outros processos relevantes para uma empresa. 

Outras queixas comuns de clientes são a falta de possibilidades de customização e automação, e o número limitado de integrações com outros aplicativos, como WhatsApp. Alguns também citam problemas na versão para mobile.

Ploomes

O Ploomes é um software de CRM baseado na nuvem e criado em 2015, para atender demandas de gestores e vendedores envolvidos com a jornada do cliente. Segundo o site da própria plataforma, ela integra quatro frentes de atuação: workflows, CPQ, CRM e relatórios.

Os workflows se referem à estruturação de processos automatizáveis, onde os profissionais envolvidos podem definir etapas (em um quadro tipo kanban) e regras de automação que eliminam certas ações manuais, agilizando os processos. Pode ser o funil de vendas, o processo de qualificação de leads, pós-vendas. 

Já o CPQ permite a automação de documentos, incluindo propostas, contratos, pedidos e ordens de serviço. Esses documentos são customizáveis e automatizáveis, e podem ser enviados por email e centralizados em uma única plataforma. 

No CRM, o Ploomes permite que regras de relacionamento sejam criadas para o gestor da carteira de clientes, e que a área de assistência técnica identifique oportunidades de fidelização junto aos clientes da carteira. Os relatórios, por sua vez, trazem métricas importantes sobre os processos e conferem mais visibilidade aos gestores. 

Alguns clientes relatam, em plataformas como Capterra, certa dificuldade de integrar o Ploomes a outras ferramentas, além de problemas com a interface do programa.

Agendor

O Agendor é uma ferramenta de CRM também brasileira, baseada na nuvem. Dentro dela, é possível estruturar processos comerciais e controlá-los, em substituição a métodos como planilhas, por exemplo. 

No Agendor, o usuário pode criar etapas para o processo de funil de vendas de forma personalizada, ativar notificações, enviar emails automáticos e estabelecer comunicação com clientes, além de extrair métricas úteis sobre todos os processos. 

Outra funcionalidade é o gerenciamento da carteira de clientes, que pode ser visualizada de acordo com suas autorizações de usuário. A carteira também pode ser segmentada a partir de critérios como origem, setor, localização etc. Isso ajuda a planejar campanhas e desenvolver ações personalizadas. 

O usuário pode adotar o programa gratuitamente, com funcionalidades muito limitadas, ou aderir ao Plano Pro, por R$ 196 por mês e acessos de quatro usuários (com R$ 49 por mês por cada usuário adicional).

A ferramenta, no entanto, apresenta limitações. No portal b2bstack, alguns usuários reclamam de problemas na emissão de relatórios e no layout, além de falhas no funcionamento do Agendor na versão para dispositivos móveis.

Pipedrive

O Pipedrive é um software de CRM baseado na nuvem. A empresa responsável pela solução foi criada em 2010 e tem mais de 800 funcionários em 10 escritórios de oito países diferentes: EUA, Reino Unido, Estônia, Portugal, Letônia, Irlanda, Alemanha e República Tcheca.

Com o Pipedrive, é possível automatizar processos de CRM e integrá-los a outras plataformas já utilizadas pelas equipes, como Google Drive, Slack e Gmail, para facilitar o contato com potenciais clientes. 

Você pode também checar painéis em tempo real com métricas sobre a operação, exportar relatórios customizáveis, centralizar informações essenciais sobre demandas, leads ou qualquer atividade em seu processo. 

No entanto, a ferramenta também reúne algumas limitações. Ela não possui plano gratuito, nem integrações ilimitadas para processos além de vendas e atendimento. 

Tampouco disponibiliza recursos de BPM para além de CRM, e não oferece caixa de entrada compartilhada ou formulários customizáveis e compartilháveis como inputs de workflows dentro do sistema — facilitando a coleta e padronização de informações relevantes para qualquer processo.

Integrações de CRM

O objetivo de usar as integrações de CRM é unir diferentes ferramentas que sua equipe já usa para trabalhar as etapas da jornada do cliente. Conectando aplicativos, você reduz as chances de erro e acelera a sua operação, melhorando a experiência dos profissionais envolvidos e dos seus (potenciais) clientes. 

O ideal é que você centralize todos os seus workflows de vendas, marketing e atendimento ao cliente em uma única plataforma de gestão de processos, como o Pipefy. A partir da integração desta plataforma com outras ferramentas complementares (de ecommerce e comunicações, por exemplo), você consegue levar suas operações a um outro nível. 

O Pipefy, por exemplo, pode ser integrado com as seguintes plataformas:

Salesforce

Trata-se de um robusto sistema de CRM baseado na nuvem. Com ele, é possível utilizar automações e inteligência artificial para otimizar processos de vendas, atendimento ao cliente, marketing, gestão de comunidades, entre outras frentes. 

Assim, quando um novo lead é adicionado no Pipefy, por exemplo, um registro é automaticamente criado também no Salesforce. Da mesma forma, registros no programa também podem ser espelhados nos cards do Pipefy.

Shopify

A Shopify é uma plataforma que permite a criação, lançamento e divulgação de lojas virtuais. Em outras palavras, trata-se de um portal de e-commerce bastante popular, onde qualquer um pode estruturar o seu comércio. 

O Pipefy acelera as operações do Shopify integrando-se ao programa. Dessa forma, quando uma compra é feita no Shopify, por exemplo, um card para efetuar a entrega é criado dentro do Pipefy. 

HubSpot

A HubSpot é uma plataforma que engloba todas as áreas de comunicação da empresa com seus clientes, desde o contato inicial com a marca, passando por todo o processo de captação e conversão de leads e terminando no pós-venda e atendimento ao cliente.

A integração do Pipefy com o HubSpot permite que as duas ferramentas trabalhem em sincronia. Assim, quando um novo lead se inscreve pelo HubSpot, por exemplo, um card é criado no Pipefy para monitorar o funil de vendas.

MailChimp

O MailChimp nasceu como uma ferramenta de email marketing feita para pequenas empresas. Ele permite configurar layouts de emails, segmentar listas de contatos e automatizar disparos de mensagens, por exemplo. 

Com o crescimento da ferramenta, ela passou a se conectar com outros aplicativos, agregar Instagram, Facebook e Google Ads, e a se definir como uma plataforma de marketing completa. 

O Pipefy se integra com o MailChimp. Assim, quando uma nova campanha é aprovada no Pipefy, os emails são enviados automaticamente pelo Mailchimp, entre outras funcionalidades.

Take Blip

O Take Blip é uma solução de comunicação digital que automatiza o contato entre empresas e clientes, conectando o número de telefone dos consumidores e potenciais consumidores a uma plataforma unificada. 

A integração entre Pipefy e Take Blip permite que uma mensagem automática seja enviada a um cliente via WhatsApp quando um card é movido ou atualizado no Pipefy, conectando um processo de CRM estruturado de forma prática às suas estratégias de comunicação.

Teste nosso modelo grátis de CRM de vendas!

Se você quer começar rapidamente a melhorar seu relacionamento com clientes, você pode fazer agora mesmo um teste e experimentar o modelo grátis de CRM de vendas do Pipefy. Ele é um fluxo de trabalho já montado segundo as melhores práticas do mercado, que você pode customizar como quiser para deixar com a cara da sua empresa. 

Com um um workflow automatizado e estruturado, você logo vai começar a ver os resultados. A centralização de dados vai permitir que você trate os clientes de forma pesronalizada e completa, atendendo todas as necessidades deles. 

A visualização Kanbam também vai permitir que você verifique o status de todas as atividades e organiz melhor sua força de trabalho – além de identificar possíveis gargalos, atrasos e etapas que precisam ser modificadas. 

Comece já a potencializar seu relacionamento com cliente e aumentar suas vendasExperimente o modelo pronto de CRM do Pipefy
Escrito por
Isabelle Wuilleumier Salemme
Head of Customer Support @Pipefy. She uses her extensive Pipefy knowledge to help users make the best of Pipefy via support and writing informative content pieces. Besides being in charge of support, she's an avid reader, a coffee lover, and a professional photographer.

Receba nossas postagens no seu e-mail