Ferramentas de CRM: conheça as 11 melhores

Carina Bacelar
Uma cliente conversando com uma vendedora, ambas separadas por um balcão. A vendedora usa um tablet e sorri. A cliente está de costas para a câmera.

As ferramentas de CRM são plataformas que ajudam empresas a cultivarem o relacionamento com seus clientes. Tanto para montar processos quanto para armazenar dados, conectar departamentos e muito mais.

Hoje, diante de um mercado competitivo e cada vez mais centrado no cliente e não no produto em si, essas ferramentas são extramamente populares.

De acordo com dados da IBM, 74% das empresas que usam ferramentas de CRM conseguiram melhorar o relacionamento com seus clientes, 65% aumentaram as vendas e 50% aumentaram a sua produtividade.

Diante de tantos benefícios, a adoção da melhor ferramenta de CRM possível pode ser determinante para o sucesso do seu negócio. Ao longo deste artigo, vamos trazer mais informações sobre 11 das plataformas de CRM mais populares do mercado, para que você possa embasar sua escolha e aumentar as chances de sucesso.

O que são ferramentas de CRM?

Ferramentas de CRM são plataformas digitais que fornecem suporte e otimizam a toda a gestão de relacionamento com os clientes. Elas transformam vendas, gestão de informações de clientes, gerenciamento de pipeline, marketing, atendimento ao cliente e outros processos da área em fluxos de trabalho estruturados, que na maior parte das vezes são baseados na nuvem.

Uma ferramenta de CRM permite aos times a melhoria constante e progressiva da eficiência do seu funil de vendas, pois todo o histórico dos clientes e das conversões (ou oportunidades perdidas) fica registrado.

Com isso, as plataformas de CRM modernas permitem a extração de métricas em tempo real e, desta forma, um acompanhamento permanente do sucesso da estratégia de CRM. Nelas os dados dos clientes são organizados e armazenados, facilitando o contato para nutrição de leads e o acompanhamento de toda a jornada do cliente em um só lugar.

Você já ouviu falar em automação de processos? Ela pode aumentar a eficiência do seu time de Vendas com um investimento relativamente pequenoConheça melhor esta tecnologia em um ebook gratuito

11 melhores ferramentas de CRM

Um bom CRM de vendas permite que seu time faça menos esforço para conquistar clientes e fidelizá-los, deixando-os satisfeitos não só com seu produto/serviço, mas com seu suporte e atendimento. 

Normalmente, a automação de tarefas está entre suas principais funcionalidaes, transferindo dos colaboradores para o próprio software a execução de trabalhos repetitivos e manuais, que são muito suscetíveis a erros. Envio de emails, notificação de supervisores e registros de informações recém-coletadas são alguns bons exemplos. 

Assim, o investimento em uma boa ferramenta, que seja ao mesmo tempo completa em funcionalidades e simples de usar, traz retorno garantido. Pode ainda elevar bastante sua receita com vendas, a satisfação de seus clientes e a precisão de suas campanhas de marketing. 

Veja a seguir alguns detalhes característicos dos CRMs mais populares do mercado, para que você possa fazer a melhor escolha diante das necessidades do seu time:

1. Pipefy

O Pipefy é uma ferramenta de CRM que vai bem além da automação de tarefas. Sendo uma ferramenta de automação low-code, ele padroniza e automatiza processos de CRM inteiros. Isso facilita a integração mais eficiente entre todos os fluxos de trabalho da sua empresa — incluindo os relacionados à sua estratégia de relacionamento com clientes.

A customização ilimitada e sem custos adicionais é o ponto alto do Pipefy. Nele, é possível construir e otimizar processos à vontade, definindo e reconfigurando etapas e requisitos para cada atividade, construindo formulários completos para coletar dados de clientes ou de vendedores e muito mais – sem custos adicionais e em questão de minutos. 

Tudo isso é feito em uma interface simples e visual, que pode ser manuseada sem dificuldades por profissionais que não tenham qualquer conhecimento de programação. Para otimizar processos complexos, basta apenas clicar em ícones e arrastá-los. 

Trata-se de uma solução de CRM completa, mais barata que outras opções existentes no mercado e que oferece suporte grátis em Português. Para você testar, o Pipefy oferece um plano gratuito, com o qual você pode começar a conhecer as vantagens e funcionalidades da plataforma. Esses benefícios incluem:

  • Personalização: crie o processo de vendas ideal para a sua empresa definindo cada fase, os responsáveis por elas, notificações, disparos de emails padronizados e regras de automação. Tudo isso sem precisar programar uma linha. 
  • Escalabilidade: graças à personalização do Pipefy, você consegue identificar eventuais falhas e otimizar seu processo constantemente. Se suas vendas crescerem, você pode manter o controle sobre seus processos e escalar operações. 
  • Informações confiáveis: extraia relatórios e painéis para controlar cada etapa do seu funil de vendas. Meça as taxas de conversão, contratos fechados e perdidos, pipeline por vendedor e muitos outros aspectos da sua operação. 
  • Integração eficiente entre processos: estabeleça fluxos de informação eficientes entre os times de Vendas, Atendimento ao Cliente, Financeiro e Customer Success, e centralize todos os dados sobre seus clientes em um só lugar. Configure as automações certas para orquestrar e acelerar diferentes processos da sua empresa. 

Conexão com outras ferramentas: não precisa mais transferir informações manualmente de um sistema para outro. Você pode integrar o Pipefy às ferramentas que você eventualmente já usa, evitando a inserção manual de dados e centralizando informações relevantes sobre seus leads e clientes em um só lugar.

Quer conhecer mais benefícios de adotar o Pipefy CRM?Confira todas as funcionalidades aqui

2. Moskit

O Moskit se apresenta como um CRM voltado para pequenas e médias empresas. A ferramenta promete um CRM completo a preços acessíveis (em dezembro de 2022, o plano anual saia a R$ 69 por usuário, sem taxa de adesão). 

Em termos de integração, a plataforma promete conexão com WhatsApp, Google Agenda, RD Station e muitos outros. A API pública do Moskit fica disponível para integrá-lo com outras plataformas, segundo sua página oficial. 

No Moskit, é possível montar funis de venda e visualizar informações de cada lead de acordo com seu status dentro do processo. Uma vantagem do software é centralizar ligações, reuniões por vídeo e envios de mensagens instantâneas dentro da plataforma, onde eles ficam registrados. 

Também dá para personalizar o envio de propostas, disparar emails a partir de templates pré-formatados e visualizar seu calendário e todas as tarefas agendadas dentro do seu ambiente de usuário. 

No site Reclame Aqui, alguns usuários relatam instabilidade no uso de CRM. Já no portal B2BStack, as limitações na personalização de dashboards também foram apontadas por alguns clientes. 

3. RD Station

O RD Station CRM é uma ferramenta de CRM brasileira lançada em 2018, que permite acompanhar a qualificação de leads em quadros Kanban, atravessando todas as etapas do funil de vendas e reunindo métricas relevantes sobre toda a operação. Isso gera insights inteligentes sobre o processo. 

A plataforma, voltada a pequenas e médias empresas, é bem fácil de usar, e representa uma alternativa às planilhas e emails. Tudo começa pela definição de etapas do processo, de forma que se obtenha um funil de vendas padronizado para todos os vendedores qualificarem leads de forma organizada. 

É possível personalizar campos e registrar todos os dados da operação comercial, como produto, preço, quantidade, contatos do lead etc. O RD também configura lembretes para que sua equipe não esqueça de tarefas relevantes, e notifica os responsáveis sempre que um possível cliente vê um email enviado pelo time, permitindo um follow-up imediato.

A desvantagem é que o RD station é uma ferramenta relativamente simples, focada apenas em CRM. Isso não permite que você conecte seu funil de vendas a outros processos relevantes para uma empresa. 

Outras queixas comuns de clientes são a falta de possibilidades de customização e automação, e o número limitado de integrações com outros aplicativos, como WhatsApp. Alguns também citam problemas na versão para mobile.

4. Hubspot

A plataforma de CRM Hubspot costuma ser mais indicada para empresas grandes e médias. Os pacotes para CRM (que incluem processos de marketing, venda, atendimento ao cliente ao cliente e outros) custam a partir de US$ 45, no plano mais básico e limitado (dados de dezembro de 2022). 

Por ser um CRM bastante robusto, o Hubspot oferece várias funcionalidades, mas o preço é considerado maior que a média do mercado. Por outro lado, como usuários relatam nas avaliações do Capterra, a ferramenta não é tão intuitiva, e é preciso investir bastante dinheiro para ter uma experiência de fato mais completa dentro do software. 

Você consegue até começar a gerenciar o seu pipeline com uma versão gratuita, com chatbots, email marketing, gerenciamento de anúncios na web e agendamento de reuniões com prospects dentro da plataforma, por exemplo.

No entanto, são os recursos premium que conferem mais agilidade aos seus processos, principalmente com automações, e acabam por fazer a diferença. Entre os recursos premium para CRM estão: 

  • Automação de marketing, vendas e atendimento ao cliente 
  • Ferramentas de SEO
  • Hospedagem e gerenciamento de vídeos
  • Ferramentas para gestão de redes sociais
  • Ferramentas para a manutenção de blogs e conteúdo
  • Painéis de análise
  • CRM avançado
  • Assinaturas eletrônicas
  • Pontuação preditiva de leads
  • Sequências de e-mail
  • Horários de envio inteligentes
  • Relatórios personalizáveis
  • Central de conhecimento
  • Coleta de Feedback de cliente
  • Criação de vídeos
  • Personalização dos campos do formulário de suporte
  • Estabelecimento de metas de Atendimento ao Cliente

5. Ploomes

O Ploomes é um software de CRM criado em 2015 e baseado na nuvem. Ele nasceu para  atender demandas de gestores e vendedores envolvidos com a jornada do cliente. Segundo o site da própria plataforma, ela integra quatro frentes de atuação: workflows, CPQ, CRM e relatórios.

Os workflows se referem à estruturação de processos automatizáveis, nos quais os profissionais envolvidos podem definir etapas (em um quadro tipo kanban) e regras de automação que eliminam certas ações manuais. Pode ser o funil de vendas, o processo de qualificação de leads, o pós-venda etc 

Ele permite ainda a automação de documentos, incluindo propostas, contratos, pedidos e ordens de serviço. Esses documentos são customizáveis e automatizáveis, e podem ser enviados por email e centralizados em uma única plataforma. 

No Ploomes, regras de relacionamento podem ser criadas para o gestor da carteira de clientes, ajudando a identificar oportunidades de fidelização desses consumidores. Os relatórios, por sua vez, trazem métricas importantes sobre os processos e conferem mais visibilidade aos gestores. 

Alguns clientes relatam, em plataformas de avaliação como Capterra, certa dificuldade de integrar o Ploomes a outras ferramentas, além de problemas com a interface do programa.

6. Pipedrive

O Pipedrive é um software de CRM baseado na nuvem. A empresa responsável pela solução foi criada em 2010 e tem mais de 800 funcionários em 10 escritórios de oito países diferentes: EUA, Reino Unido, Estônia, Portugal, Letônia, Irlanda, Alemanha e República Tcheca.

Com o Pipedrive, é possível automatizar processos de CRM e integrá-los a outras plataformas já utilizadas por diversas equipes, como Google Drive, Slack e Gmail, para facilitar o contato com potenciais clientes. 

Você pode também checar painéis em tempo real com métricas sobre a operação, exportar relatórios customizáveis, centralizar informações essenciais sobre demandas, leads ou qualquer atividade em seu processo. 

No entanto, a ferramenta também reúne algumas limitações. Ela não possui plano gratuito, nem integrações ilimitadas para processos além de vendas e atendimento. 

Tampouco disponibiliza recursos de BPM para além de CRM, e não oferece caixa de entrada compartilhada ou formulários customizáveis e compartilháveis como inputs de workflows dentro do sistema — facilitando a coleta e padronização de informações relevantes para qualquer processo.

7. Salesforce

O Salesforce é um CRM muito popular no mercado, normalmente utilizado por grandes empresas que já tenham operações bem robustas. Em 2021, o programa foi escolhido líder entre os CRMs pela consultoria Gartner pelo 13º ano consecutivo. 

Entre os recursos mais conhecidos e usados estão, além do gerenciamento de pipeline, previsão de vendas, conexão com processos, emissão de relatórios e gerenciamento de contatos. 

O Salesforce também oferece soluções integradas aos mais diversos aplicativos disponíveis no mercado, cobrindo processos variados, desde a criação de campanhas de marketing até o atendimento ao cliente, passando por chamados de TI e até mesmo a criação de apps com automação low-code (em que não é preciso saber programar).  

Toda essa complexidade faz do Salesforce uma solução de alto nível, porém também bastante cara (e que impõe alguma dificuldade de uso). Os planos de assinatura sequer são visíveis no site da empresa – é preciso entrar em contato com uma equipe de vendas ou agendar uma demonstração. 

Nesse sentido, ao adquirir integrações por API ou novas funcionalidades, a sua assinatura vai se tornando cada vez mais cara. O suporte de desenvolvedores do Salesforce também é necessário para realizar essas integrações e para usar alguns aplicativos, então a implementação acaba levando um tempo maior que em outras soluções. 

Por esses motivos, não é tão fácil escalar operações no Salesforce sem gastar muito e sem levar algum tempo, como relata este cliente na Gartner: “venho usando esse software por 4 anos e ele é ótimo, mas para implementar qualquer mudança no sistema demora uma eternidade”.

8. Agendor

O Agendor é uma ferramenta de CRM também brasileira, baseada na nuvem. Dentro dela, é possível montar processos comerciais e controlá-los, aposentando métodos mais manuais como planilhas, por exemplo. 

No Agendor, o usuário pode criar etapas para o processo de funil de vendas de forma personalizada, ativar notificações, enviar emails automáticos e estabelecer comunicação com clientes, além de extrair métricas úteis sobre todos os processos. 

Outra funcionalidade é o gerenciamento da carteira de clientes, que pode ser visualizada em diferentes níveis de profundidade de acordo com diversas autorizações de usuário. A carteira também pode ser segmentada a partir de critérios como origem, setor, localização etc. Isso ajuda a planejar campanhas e desenvolver ações personalizadas. 

O usuário pode adotar o programa gratuitamente, com funcionalidades muito limitadas (só 3 usuários e limite de 2GB de armazenamento) ou aderir ao Plano Pro, pago mensalmente. 

A ferramenta, no entanto, apresenta limitações relatadas por usuários. No portal B2BStack, alguns clientes reclamam de problemas na emissão de relatórios e no layout, além de falhas no funcionamento do Agendor na versão para dispositivos móveis.

9. Leadlovers

A plataforma Leadlovers não é exatamente um CRM com ênfase em vendas, e sim uma ferramenta mais direcionada para a área de marketing. O portal do consultor de marketing digital Neil Patel a define como “uma plataforma de Automação de Marketing Digital criada para centralizar as principais tarefas de marketing das empresas”.

A Leadlovers não demanda conhecimentos de programação para ser usada, e permite às empresas construir suas próprias páginas e gerenciar ferramentas digitais de forma simples e prática, com templates já pronto de páginas, emails, funis de vendas e pop-ups de conversão, por exemplo. 

Algumas das funcionalidades deste software são:

  • Construção rápida de páginas profissionais, com possibilidade de usar modelos prontos
  • Gestão de email marketing, com movimentação automática de prospects entre diferentes sequências de email
  • Construção de sequências de mensagens automáticas no Whatsapp e de chatbots
  • Hospedagem de cursos online, com envio automático de certificados e outros
  • Suporte 24 horas em português 

Em dezembro de 2022, os planos pagos saíam a partir de R$ 197 por mês, para até para até 5.000 contatos ativos na plataforma. 

10. Nectar

O CRM Nectar é um software voltado para a gestão de vendas B2B. Ele permite gerenciar seu pipeline de forma centralizada, mantendo um banco de dados com todos os seus leads e prospects e aumentando a qualidade do relacionamento com seus potenciais clientes. A empresa se apresenta como uma solução para “simplificar vendas complexas”. 

O software tem uma versão gratuita, com recursos bastante limitados, e dois planos: o pro, que libera automação de tarefas (R$ 199 por mês por usuário) e o enterprise (R$ 299 por mês por usuário), que traz mais possibilidades de personalização de dados e conectividade. Ambos incluem treinamento e implementação por parte da equipe do Néctar. 

A plataforma promete visibilidade sobre o status de cada negociação e mais controle sobre o pipeline. Também permite definir metas e emitir previsões de vendas com base nelas e na performance da equipe – que pode ser também visualizada em tempo real em painéis e relatórios.

Cada vendedor tem à sua disposição também uma lista de tarefas, onde pode registrar ligações agendadas, interações com leads, gravar áudios e fazer anotações. A versão mobile também permite acessar não só esse ambiente como todo o funil de vendas. 

Apesar de integrar seu sistema a outros aplicativos utilizados em processos de CRM, o Nectar vende produtos separados para extensões avançadas. É o caso da extensão Nectar + Easyforms, que oferece formulários personalizáveis que podem ser acoplados ao processo. Outras soluções, como Pipefy, já oferecem formulários online e customizáveis em todos os planos disponíveis.  

Outras soluções de extensão são a integração com Whatsapp e com o Leadboard, que também precisam ser adquiridas à parte. 

11. Zoho

O Zoho é uma plataforma de CRM que cobre todo o ciclo de vida de vendas, marketing e atendimento ao cliente. Permite automatizar workflows e orquestrar processos ligados à estratégia de CRM, em uma interface customizável e que não demanda conhecimentos técnicos de código para ser utilizada. 

Entre suas funcionalidades se destacam: gerenciamento e acompanhamento de leads, gerenciamento de negociações, gestão de contatos de clientes (incluindo a possibilidade de contato direto com esses consumidores por diferentes canais) e automação de fluxos de trabalho ao longo de toda essa jornada do cliente. 

No Zoho, usuários também podem gerar dados e relatórios em tempo real sobre toda a sua estratégia de CRM, a partir da execução da sua operação dentro do software. 

A plataforma tem uma versão gratuita, bem limitada. Entre suas limitações, segundo o relato de vários clientes, estão o suporte ao cliente demorado e difícil de acionar, além de problemas nas integrações na e conexão de diferentes processos, atrapalhando a experiência do usuário e dificultando a orquestração de processos mais complexos.

Tipos de CRM

Existem hoje vários tipos de ferramentas de CRM que podem ser implementados, conforme as necessidades de cada empresa ou equipe. Muitas das platafomas, no entanto, agregam várias características de mais de um tipo de CRM, proporcionando uma experiência mais completa aos usuários. Veja a seguir quais são as principais classificações: 

Analítico

Se você precisa identificar detalhes do comportamento e das necessidade dos potenciais clientes de uma empresa, o CRM analítico é o ideal para você. O foco deste software, em geral, é o processamento e análise de dados referentes a todas as operações de relacionamento com os consumidores. 

Esses dados podem ser dispostos em gráficos e relatórios, e compilam informações relevantes para que vendedores e seus líderes possam identificar oportunidades e contornar gargalos da operação. 

É com base nessa tecnologia centrada em dados que uma estratégia de CRM mais eficiente pode ser posta em prática, definindo-se metas a serem alcançadas e acompanhando seu progresso.

Operacional

O CRM operacional está centrado no dia a dia das equipes, na operação regular dos times de Vendas, Marketing e Atendimento. Ele facilita o acesso dos vendedores a informações completas, o envio de emails de follow-up e a coleta de feedbacks

Trata-se de uma ferramenta muito mais focada nas atividades inerentes aos processos de CRM, centrando suas funcionalidades na boa comunicação e no acompanhamento da jornada dos clientes. Esse é o tipo de ferramenta que costuma ser mais utilizado, simplesmente por viabilizar a interação contínua com os potenciais compradores. 

Colaborativo

O CRM colaborativo, por sua vez, é focado na interação com clientes, na interação entre diferentes departamentos que cuidam de clientes, e na conexão entre seus processos. O objetivo é reunir informações e agilizar os fluxos entre áreas como vendas, atendimento, sucesso do cliente, Marketing e mais. 

Deste modo, torna-se mais rápido implementar e monitorar uma estratégia de CRM de ponta a ponta e aumentar a produtividade de forma horizontal. Também melhora a satisfação do cliente, que é o foco de toda a operação. 

Um CRM colaborativo permite automação de processos e integrações com outros aplicativos, orquestrando fluxos de trabalho e evitando erros decorrentes da transferência de informações entre eles. Assim, fica mais fácil identificar gargalos em qualquer processo

Um atendente de pós-venda pode, por exemplo, identificar deficiências de um vendedor em um feedback oferecido pelo cliente, e transferir essas informações para a equipe competente. Assim, o mesmo tipo de problema não volta a acontecer. 

Estratégico

Como o nome já entrega, trata-se de tecnologia que facilita a implementação e acompanhamento da estratégia de CRM, permitindo que você monte processos inteiros, conecte-os e aplique automações para eliminar tarefas manuais e repetitivas. O CRM estratégico é uma espécie de interseção entre os tipos já mencionados neste artigo. 

Dentro de um software de CRM estratégico, você consegue montar um banco de dados e efetivamente cultivar a relação com seus clientes, colocando o foco totalmente nos seus potenciais consumidores. Assim, você tem à disposição tanto os dados como os meios de cultivar os leads e, posteriormente, fidelizá-los. 

Usando dados preenchidos pelo lead no seu cadastro, históricos de interações, de vendas e a performance prévia dos vendedores, um programa de CRM estratégico consegue definir o perfil de cada cliente e ajudar os líderes e gestores a traçar estratégias mais eficazes de marketing, vendas, pós-venda e atendimento ao cliente. 

O CRM estratégico permite antecipar as necessidades dos clientes e simplifica o contato qualificado entre eles e a sua empresa, etapa a etapa. Isso ajuda na conquista de prospects, nas conversões e na fidelização.

Quando investir em um sistema de CRM?

Já falamos sobre as ferramentas de CRM disponíveis no mercado e suas funcionalidades e limitações. Mas, afinal, qual é a hora certa de investir em um sistema de CRM? Será que sua empresa já tem maturidade para isso?

De acordo com uma pesquisa do Capterra, mais da metade dos usuários de CRM adotaram esse tipo de sistema nos primeiros cinco anos de funcionamento da empresa, e 2/3 dos usuários tinham pelo menos 100 clientes quando compraram um CRM. 

No entanto, o fato é que pequenas empresas se beneficiam de um CRM desde o início das suas operações. A vantagem é que, ao usar um sistema já escalável, elas não precisam se preocupar com o momento de abandonar as planilhas e finalmente organizar fluxos de trabalho. 

Esse “checkpoint” para migrar de um modo operacional para o outro pode se revelar bastante trabalhoso e confuso. Assim, acreditamos que seu “eu do futuro” vai agradecer pela adoção precoce de um CRM – e evitar muitos erros e tempo perdido com tarefas manuais nesta jornada. 

Se você ainda não se convenceu, separamos aqui alguns benefícios de investir em um CRM: 

  • Centralizar os dados do pipeline de vendas torna possível visualizar as informações de seus leads em um só lugar.
  • Extrair dados do processo em tempo real permite que você construa e mantenha uma operação mais estratégica, prevendo conversões, comparando resultados, verificando o desempenho de cada vendedor e identificando gargalos.
  • Garantir uma execução padronizada, com todos os vendedores alinhados em cada etapa do processo.
  • Aumentar a colaboração entre os vendedores e entre diferentes departamentos, relacionados ou não à jornada do cliente.
  • Reduzir o tempo gasto com retrabalho e tarefas manuais, aumentando a eficiência das operações.
  • Incrementar as taxas de conversão a partir de um processo coeso, estruturado e enriquecido com informações de qualidade, tanto sobre os clientes quanto sobre sobre a própria execução (pontos fortes e fracos).

Como escolher a melhor plataforma de CRM para sua empresa? 

A opção por um CRM de vendas precisa ser estratégica. Trata-se de investimento a longo prazo, que vai impactar na produtividade do seu time e na competitividade da sua empresa. Dessa forma, o ideal é sempre ir ao mercado, comparar funcionalidades e avaliações de clientes. 

De todo modo, recomendamos que você tente adquirir um CRM completo, que possui funções analíticas e operacionais, mas que também facilite a conexão de processos e a colaboração entre departamentos. 

Se sua nova ferramenta de CRM cumprir a lista de funcionalidades a seguir, acreditamos que você está no caminho certo: 

O Pipefy CRM reúne todas essas características. A plataforma é a melhor opção para quem busca organizar seus processos de relacionamento com clientes em um sistema intuitivo e fácil de usar, mas que também é completo e escalável. Pipefy está pronto para suprir a complexidade da sua operação conforme ela cresce.

Não espere mais para controlar e melhorar seus processos de CRMPeça uma demonstração e conheça as vantagens de usar Pipefy

Escrito por
Carina Bacelar
Content writer @ Pipefy. Articles about tech trends, business practices, and process automation.

Receba nossas postagens no seu e-mail