Os 5 erros mais comuns no Marketing de Conteúdo

Carina Bacelar

O marketing de conteúdo se popularizou muito nos últimos anos e conquistou uma posição de grande relevância, tanto para as empresas, quanto para os consumidores. 

Este artigo é um exemplo do poder desse tipo de estratégia. Afinal, se você está pesquisando sobre o assunto e chegou até aqui, é porque nosso conteúdo se mostrou relevante para a sua busca e irá agregar valor às suas necessidades. 

Não por acaso, quase 70% dos negócios já investem na área atualmente, segundo dados publicados pela Rock Content

Para lhe ajudar a aproveitar ao máximo o potencial das suas campanhas, preparamos este artigo com o intuito de esclarecer os erros que devem ser evitados e elucidar mais precisamente para que serve o marketing de conteúdo. Confira abaixo. 

Os 5 erros mais comuns de marketing de conteúdo 

Seja para estreitar seus laços com o consumidor, reforçar o posicionamento da sua marca ou qualificar os seus clientes para uma compra, é fundamental ser assertivo nas suas publicações.

Sabendo disso, elencamos os erros mais comuns cometidos nas estratégias de marketing de conteúdo. Confira e descubra como evitá-los:

1. Não ter informações suficientes para criar a persona

A persona é o que guia toda a sua comunicação. Ela funciona como um personagem que representa o seu cliente ideal e indica o que seu conteúdo deve atender para engajar o público.

Qualquer erro na definição da persona pode ser fatal. Afinal, isso faz a sua marca “conversar com as pessoas erradas”. Portanto, faça uma pesquisa completa sobre o perfil da sua audiência e descreva cada detalhe que pode influenciar o alinhamento das suas publicações. 

2. Traçar uma estratégia incompleta

O marketing de conteúdo não atua sozinho. Enquanto você se relaciona com a sua persona, os lançamentos de produtos, os anúncios pagos e outras estratégias ainda serão realizadas. 

Um erro comum é deixar as publicações de lado enquanto uma ação de curto prazo é feita. O problema é que o relacionamento com a audiência deve ser contínuo. Ao “pausá-lo”, você corre o risco de ter que recomeçar tudo do zero. 

Assim, não deixe de criar um workflow eficiente para que seu time consiga atender a todas as demandas sem que nada fique para trás.

3. Generalizar e não focar no funil de vendas

Os consumidores passam por momentos diferentes no processo de decisão. Uma das metas do marketing de conteúdo é qualificar a persona para que ela esteja pronta para uma compra. 

O funil de vendas serve justamente para orientar o conteúdo até que o cliente se torne apto à aquisição. No topo, você não deve falar dos seus produtos, apenas informar a audiência. No meio, eles devem ser mencionados sutilmente, para sugerir soluções específicas. A proposta de venda em si só ocorre no fundo do funil, quando a audiência já está confiante e bem informada. 

4. Focar apenas em fundo de funil/produto

Se você “atropelar” as etapas do funil e já partir para a oferta, pode perder muitas vendas em potencial.

Não é exagero afirmar que o marketing de conteúdo perde sua finalidade se só existirem abordagens diretas. Sua meta é construir relacionamentos e gerar confiança. Isso só é possível com um trabalho informativo e baseado em uma estratégia de marketing alinhada à “fase” em que o consumidor se encontra. 

5. Não mensurar os resultados

Assim como a própria persona, a definição dos conteúdos não pode ser baseada em meros achismos ou percepções pessoais.

O ideal é avaliar os KPIs dos conteúdos e determinar quais são aqueles que têm melhor desempenho junto à audiência em cada fase do funil de vendas. A partir disso, você deve estipular ajustes e promover melhorias que lhe permitam criar materiais ainda mais envolventes e com potencial de atrair mais pessoas. 

Para que serve o marketing de conteúdo? 

Com o número crescente de marcas na internet e o aumento das exigências dos consumidores, não basta mais simplesmente investir em anúncios e impulsionar ofertas.

Sua empresa não quer ser “só mais uma” em meio à uma infinidade de possibilidades disponíveis aos usuários no universo online.

Ao difundir informações úteis e alinhadas às demandas da audiência, você cria um engajamento real com as pessoas e aumenta sua autoridade na área em que atua.

O objetivo é gerar valor. As pessoas têm dúvidas, querem descobrir novos temas, participar com sugestões e ter suas necessidades atendidas.

No marketing de conteúdo, isso é feito por meio de uma relação natural. Cada publicação é um “convite” para que o público conheça um assunto de interesse que sua empresa domina.

Nesse caminho, você pode qualificar seus clientes para que estejam prontos para seu processo de vendas e sintam-se confiantes quanto às soluções que você oferece.

O próprio algoritmo do Google reconhece quando um conteúdo é relevante. Portanto, a estratégia é decisiva para o posicionamento do seu site nos buscadores.

Contudo, o foco deve estar na solução das demandas da audiência e na construção de uma relação orgânica, que deve ser mantida até que as pessoas se tornem “defensoras” da sua marca. 

Os ganhos estão presentes antes, durante e depois das vendas. Com um bom conteúdo, você se torna referência, reforça sua presença no mercado e conquista a confiança dos clientes. 

Organize seu processo de marketing de conteúdo com o Pipefy

Os resultados do seu marketing de conteúdo não dependem só da estratégia. É preciso ter um processo organizado, que permita a colaboração do time e o monitoramento da execução. Por isso, uma boa alternativa é adotar o Pipefy como ferramenta de gerenciamento de processos de marketing. 

No Pipefy, você pode criar um workflow do zero sem precisar saber programar, ou aproveitar nosso template pronto de marketing de conteúdo, construído a partir das melhores práticas do mercado. Você consegue padronizar briefings a partir de um formulário online compartilhável com clientes internos e externos, além de padronizar a comunicação do seu time com uma caixa de entrada compartilhada

Use ainda os dashboards e relatórios do Pipefy para entender as dinâmicas de suas entregas em tempo real e os eventuais gargalos do seu processo, tornando-o progressivamente à prova de erros. Para otimizar seu marketing de conteúdo já, crie sua conta no Pipefy gratuitamente e experimente todas as funcionalidades dessa plataforma.

Escrito por
Carina Bacelar

Receba nossas postagens no seu e-mail