RH Digital: A melhor opção para otimizar o setor de Recursos Humanos

Breno Dantas

O mercado de trabalho sempre precisou se adaptar às inovações tecnológicas. Atualmente, o ritmo é mais acelerado e as tarefas precisam acompanhá-lo. Para garantir que isso aconteça, as empresas passaram a buscar recursos que possibilitam otimizar processos diários. 

Nesse cenário, surgiu o RH Digital, uma forma de levar o departamento de Recursos Humanos para outro patamar. Neste artigo, você vai entender melhor como funciona essa dinâmica, o que é de fato RH Digital, para que serve, sua importância para as empresas e muito mais. 

O que é e para que serve um RH digital?

O RH digital é o novo formato do setor de Recursos Humanos. Ele nasceu para responder à necessidade do departamento de acompanhar as inovações tecnológicas que surgiram com a popularização da internet. Consiste na digitalização de tarefas diárias que, até então, eram feitas de forma manual e tem o objetivo de otimizar o trabalho.

Processos tradicionais do setor de Recursos Humanos e Departamento Pessoal foram modificados para adaptar-se às novas ferramentas de trabalho que surgiram. De maneira geral, a ideia é promover a economia de tempo e recursos, aumentar a produtividade e deixar a gestão mais eficaz. Assim, é possível otimizar e agilizar as entregas e tornar-se um setor muito mais eficiente. 

Essa não é uma mudança de hoje, ela vem acontecendo há algum tempo, e as empresas estão tentando se adaptar. Porém, é um processo que nem sempre é fácil, porque demanda a cooperação de todos os colaboradores. 

A seguir, destacamos a evolução do setor de RH e como ele evoluiu até chegar ao RH digital:

  • RH 1.0: O primeiro modelo de RH, que se dedicava a cuidar da burocracia entre empregado e empregador, com o intuito de manter essa relação dentro da lei;
  • RH 2.0: Como a versão anterior não teve o resultado esperado, surgiu então o RH 2.0, que via as pessoas como parte fundamental da estratégia, importantes para o sucesso e crescimento da empresa;
  • RH 3.0: Um pouco mais avançado no quesito tecnologia.  As questões burocráticas foram otimizadas, o que redefiniu alguns processos e possibilitou a utilização de ferramentas digitais;
  • RH 4.0: Por fim, além de adaptar as tarefas para o meio digital, o RH 4.0 ainda é capaz de fazer um uso inteligente delas. Consiste em unir a tecnologia com a estratégia gerencial de forma integrada, para otimizar ainda mais o trabalho do setor.

Por que o RH digital é importante para empresas?

Empresas com boas estratégias de RH se tornam mais competitivas e se destacam das demais. O RH digital tem um papel fundamental para garantir mais assertividade nessas estratégias. 

1. Otimizar a rotina do departamento

Todas as tarefas da rotina diária do setor de Recursos Humanos costumam ter urgência na sua execução. Elas demandam atividades recorrentes, como gerenciar o ponto eletrônico, administrar folhas de pagamento e benefícios. Com o RH digital, é possível realizar todas essas tarefas de forma mais ágil e assertiva, otimizando, assim, a rotina do setor de maneira geral.

2. Facilitar a comunicação interna

A comunicação interna entre gestores e colaboradores é de extrema importância para empresas e interfere diretamente no clima organizacional. O RH digital contribui ao promover a implementação de canais digitais de comunicação. Esse recurso garante uma interação em tempo real, que pode facilitar muito a resolução de pequenos conflitos, organizar reuniões e otimizar o trabalho em equipe.

3. Ajudar no monitoramento de dados

Os dados do setor de RH são importantes para o acompanhamento do número de faltas dos colaboradores, atrasos, atestados, conflitos, etc. Com essas informações, é possível ter uma visão clara da situação dos setores e de cada colaborador, de forma individual.

As ferramentas disponíveis no RH digital possibilitam a automatização desses dados, facilitando o monitoramento de resultados. Além disso, de forma automática, é possível transformar dados em relatórios completos sempre que necessário, para ter acesso às informações do período desejado.

4. Ajudar no processo de recrutamento e seleção de talentos

Um processo de recrutamento e seleção de talentos é uma tarefa de extrema importância. Atualmente, ele é bem diferente e conta com tecnologia de ponta para que quase tudo seja realizado de forma online.

Assim, as ferramentas do RH digital proporcionam um recrutamento inteligente, que acontece por meio das redes sociais e outras plataformas. Toda a triagem de currículos, que antes era feita manualmente, é automatizada por sistemas. Muitas entrevistas também são online, o que otimiza ainda mais o processo.

Exemplos práticos de um RH digital

De forma prática, o RH digital automatiza e otimiza diversas atividades da rotina do Departamento Pessoal e Recursos Humanos. Um bom exemplo é a já citada maior agilidade nos processos de recrutamento e seleção.

Imagine um profissional de RH que precisa contratar um colaborador para um determinado setor da empresa. Primeiro ele precisa entender o que o setor busca, as características que estão sendo procuradas nesse profissional, as demandas e tudo aquilo que envolve a nova contratação.

Em seguida, é preciso divulgar essa vaga nos locais certos. Mas nem sempre quem se candidata à vaga preenche os requisitos necessários. E se esse profissional tivesse que olhar um por um todos os currículos enviados para preencher a vaga? Certamente perderia muito tempo e talvez nem conseguisse encontrar alguém que atendesse às expectativas da empresa. 

O RH digital possibilita a criação de um sistema que filtra os profissionais cadastrados para a vaga de acordo com os requisitos que a empresa busca. Dessa forma, ninguém perde tempo analisando currículos que não atendem a esses requisitos.

Esse é apenas um exemplo prático. Mas há muitos outros, como a geração de relatórios de frequência de colaboradores, que pode ser muito útil em um processo de avaliação de desempenho, feedback positivo ou negativo.

Ferramentas e softwares

As ferramentas e softwares são a chave do sucesso de um RH digital. São eles que proporcionam a migração dos processos físicos para o digital e permitem automatizar processos repetitivos.

Porém, escolher o software ideal não é tão fácil. Antes de qualquer coisa, é preciso fazer um mapeamento de processos para identificar as necessidades de automatização do setor. Em seguida, avaliar o custo-benefício da ferramenta e os recursos que a empresa dispõe para investir nisso.

Pesquisar os cases de sucesso dos fornecedores é uma boa opção para entender os benefícios do software para outras empresas. Além disso, verificar os recursos que a ferramenta disponibiliza é imprescindível para avaliar as vantagens de implementá-la na sua empresa.

Com a solução da Pipefy para Recursos Humanos, você vai proporcionar uma melhor experiência para colaboradores e futuros talentos da empresa. Além disso, poderá automatizar e agilizar o trabalho entre equipes e sistemas, tudo em uma plataforma simples e intuitiva. 

Solicite uma demonstração, conheça todas as funcionalidades ou faça um teste grátis!

Escrito por
Breno Dantas
Graduated in Business Administration, with more than 10 years of hr experience in large national and multinational companies of various segments. Currently is the manager of Remuneration and Management of Pipefy and passionate about what he does.

Receba nossas postagens no seu e-mail

Solicite uma demonstração