Como garantir retenção de talentos na sua empresa

Carina Bacelar

As práticas de retenção de talentos sempre foram decisivas para a otimização do capital humano das empresas. Contudo, o tema ganhou ainda mais protagonismo recentemente.

Isso porque, a chegada da pandemia e as expectativas para o “novo normal” inseriram as organizações em um processo significativo de transformação.

Com a digitalização acelerada pelo período de isolamento social, novos paradigmas surgiram. Agora, os negócios precisam investir constantemente em inovação para não ficar para trás.

Evidentemente, isso exige profissionais cada vez mais qualificados, talentosos e aptos a propor novas soluções diante de um mercado continuamente transformado pela tecnologia.

Diante disso, não é exagero afirmar que ter os melhores talentos atualmente é um dos diferenciais competitivos mais importantes para prosperar. 

Só no setor de tecnologia, a demanda por profissionais será de 70 mil ao ano. Contudo, o número de formados será apenas de cerca de 46 mil, segundo dados publicados no Estadão.

Esse exemplo demonstra como a competitividade na conquista e retenção de funcionários de destaque deve ditar o crescimento do mercado daqui para frente.

Mas afinal, como manter os melhores profissionais na minha empresa? Conheça as ações mais eficientes para isso ao longo deste artigo. 

Dicas de como fazer uma retenção de talentos eficiente 

Como você já deve saber, a retenção de talentos envolve diversos fatores. Eles vão desde a criação de um clima organizacional agradável, até a oferta de boas remunerações.

Entretanto, para que a sua empresa realmente se destaque como um excelente lugar para trabalhar, os processos de RH devem ir além desses cuidados básicos. 

Isso significa desenvolver diferentes ações voltadas ao aumento da satisfação e ao incentivo da permanência dos profissionais, como:

Seleção e recrutamento direcionados

Pessoas satisfeitas e produtivas são aquelas que ocupam posições alinhadas ao seu perfil e às suas aptidões. 

Ou seja, você deve alocar os profissionais nas funções certas. Essa é uma forma de aproveitar melhor os talentos disponíveis, aumentando também seu rendimento, engajamento e retenção.

Trata-se de um cuidado que deve começar desde a abertura das vagas, com ações de seleção e recrutamento já direcionados à identificação dos perfis ideais para cada posto.

Plano de carreira bem estruturado e remuneração

Mesmo que o salário seja visto como uma questão óbvia, não podemos ignorar que ele é central para a retenção de talentos. 

Contudo, a ideia não é simplesmente idealizar uma remuneração elevada ou “justa”. O foco é na criação de oportunidades reais de crescimento profissional.

Bons planos de carreira estão entre as ferramentas de RH mais importantes. Com eles, os colaboradores entendem o que a empresa espera deles e o que podem conquistar junto dela. 

Reconhecimento de funcionários

Tanto a melhoria contínua quanto a própria retenção de funcionários dependem da dedicação e do engajamento das pessoas em suas atribuições.

Por sua vez, o empenho está diretamente relacionado ao senso de valorização. Quanto mais os colaboradores reconhecem seu valor no negócio, mais eles se dedicam ao seu crescimento. 

Sendo assim, nunca deixe de compartilhar feedbacks positivos. Planos de recompensas e bonificações especiais também são alternativas para valorizar quem se esforça pela empresa.

Treinamento e desenvolvimento

Os melhores profissionais valorizam novos conhecimentos e procuram desenvolver-se constantemente. Incentivar esses valores é ótimo para a retenção de talentos.

Para isso, o RH deve ter uma boa política de gestão de conhecimento. Isso inclui programas de treinamento, trocas de experiências, palestras, disponibilização de materiais e assim por diante.

Além das próprias ações corporativas, é preciso dar incentivo quando a iniciativa parte do próprio funcionário, seja para fazer uma especialização, cursos de especialização, congressos, etc.

Importância da retenção de profissionais em uma empresa 

Como explicamos no início deste artigo, a retenção de talentos é cada vez mais necessária para que as empresas tenham um capital humano alinhado às novas exigências e inovações promovidas pela atual era de transformação digital. 

Entretanto, sua importância vai muito além. Afinal, uma organização que trabalha para manter seus colaboradores satisfeitos também é aquela que tem um melhor clima organizacional, altos níveis de engajamento e as condições ideais para desempenhar um trabalho de excelência.

São os profissionais que “fazem acontecer” dentro de um negócio. Portanto, mantê-los satisfeitos, oferecer perspectivas de evolução e garantir tudo o que for necessário para que eles se desenvolvam é a fórmula perfeita para destacar-se e crescer continuamente.

Não por acaso, uma pesquisa da McKinsey feita com empresas de todo o mundo indica que processos de gestão e retenção de profissionais bem-sucedidos aumentam em 80% as chances de ter uma performance maior do que a concorrência. 

E você, também quer proporcionar as melhores experiências para os seus funcionários e otimizar sua retenção de talentos? Então organize a agilize as suas operações de RH com o Pipefy, uma plataforma de automação de processos que vai eliminar tarefas repetitivas da sua rotina e integrar seus workflows de recursos humanos.

Confira nossos diferenciais para equipes de RH e descubra como ajudamos empresas do mundo todo a automatizar e estruturar processos mais eficientes — com uma interface onde é simples e fácil de navegar para qualquer usuário. 

Escrito por
Carina Bacelar
Content writer @ Pipefy. Articles about tech trends, business practices, and process automation.

Receba nossas postagens no seu e-mail