Como melhorar seu Onboarding de Colaborador: Um guia passo a passo

Ao criar uma equipe de alto nível, você provavelmente tem em mente as diferentes metas que quer alcançar com seus mais novos jogadores. Mas a verdade é que você precisa dar atenção a seus novos colaboradores já a partir do primeiro dia.

Todo mundo sabe que a primeira impressão é a que fica. Por isso, você precisa elaborar muito bem o seu onboarding de colaboradores. Neste artigo, você vai aprender como gerenciar todos os elementos necessários para deixar uma boa impressão em seus novos colaboradores.

Começando do começo: otimize seu processo

Um onboarding de sucesso deve ter os seguintes objetivos:

  • Aumentar a produtividade;
  • Aumentar a retenção de talentos;
  • Deixar o novo membro confortável;
  • Economizar dinheiro.

Para atingir esses objetivos sem grandes dificuldades, você precisa desenvolver um processo padronizado e planejado. Esse processo se assemelha a receber um convidado especial: você limpa e organiza sua casa para que o convidado se sinta bem hospedado e queira voltar. Assim, otimizar seu processo de onboarding é fundamental.

Imagine o seguinte: no seu primeiro dia em uma empresa, o departamento de RH não tem todos os documentos necessários, seus colegas não sabem o que você está fazendo ali e você não consegue encontrar ninguém para ajudá-lo a arranjar um endereço de email da empresa. Você não gostaria que isso acontecesse, certo?

Acontece que essa situação acontece com mais frequência do que você imagina. Um onboarding mal executado é uma das razões mais comuns pelas quais as pessoas saem de um emprego nos primeiros 90 dias. E isso é perfeitamente compreensível — se você não se sente bem-vindo(a), irá querer encontrar outro lugar para trabalhar o mais rápido possível.

Uma pesquisa realizada em 2018 pela Jobvite mostrou que 28% dos novos contratados saem nos primeiros três meses. A maior parte dos entrevistados declarou que sua motivação para sair estava diretamente ligada ao processo de onboarding!

Sugestão: Se quiser saber mais a respeito do processo de onboarding, leia este artigo.

Hora de fazer acontecer

Tenha em mente que o processo de onboarding do colaborador não se trata apenas de papelada, códigos de vestimenta e apresentações. Os primeiros dias são um ótimo momento para ajudar os recém-chegados a mergulhar na cultura da empresa, fazê-los se sentir confortáveis e direcioná-los a suas primeiras tarefas. Fazer isso pode tomar um tempo a mais, mas em longo prazo tanto empresa quanto novos contratados serão beneficiados.

E nesse processo é importante saber alguns princípios sobre people analytics para ter direções mais objetivas.

Para ajudá-lo nesse processo, preparamos uma linha do tempo que abrange desde o período que antecede a chegada do novo colaborador até seu primeiro mês na empresa:

1. Antes da chegada do novo membro

Este é o momento de preparar tudo que você vai precisar. Alguns dias antes da chegada dos novos membros, tenha informações como: nome completo, contato e cargo, e compartilhe esse material com todos que entrarão em contato com eles nas duas primeiras semanas.

Certifique-se de que as equipes de TI e administração estejam cientes da chegada do novo contratado. Também, que providenciem todos os itens que lhe serão necessários — equipamentos como computador e dispositivos periféricos. Acesso a software e endereço de email são essenciais. Não esqueça de deixar a mesa ou estação de trabalho pronta para ser usada.

2. O primeiro dia

No primeiro dia de seus novos colaboradores, é importante que eles tenham todo o conhecimento de que precisarão para ter uma boa jornada na sua empresa.

Este é o momento de:

  • Assinar toda a papelada;
  • Mostrar a eles o escritório, apresentando-os outros departamentos, o escritório do gestor e ajudando-os a localizar banheiros, impressora e o café;
  • Explicar as regras da cozinha e de outras áreas comuns;
  • Definir as expectativas sobre o que precisarão realizar; certifique-se de que eles entendam claramente suas responsabilidades;
  • Ambientá-los à cultura da empresa, explicando quais são os comportamentos  aceitáveis, e quais os inaceitáveis.

Incentive a equipe a ser especialmente calorosa e acolhedora durante este dia. Fazer coisas como levar os novos funcionários para almoçar, ou convidá-los para um café são maneiras incríveis de fazê-los se sentirem bem!

3. A primeira semana

A coisa mais importante na primeira semana dos colaboradores é fazê-los se sentir bem-vindos e deixar claro o que se espera deles. É o momento ideal para delegar a eles suas primeiras tarefas, dando feedback e avaliações minuciosos.

Um dos segredos de equipes de sucesso é a sincronia. Não espere que os colaboradores intensifiquem o trabalho antes de receberem feedback ou terem reuniões individuais. Defina o tom desde o primeiro dia, ajudando-os a alcançar os objetivos mais rápido.

Além disso, não esqueça de fazê-los se sentir parte da equipe. Deve haver uma reunião na primeira semana, para que todos se conheçam oficialmente e as funções fiquem definidas desde o começo.

4. O primeiro mês

O primeiro mês é crucial para a retenção. Nos primeiros 30 dias, é importante conciliar as metas dos novos colaboradores com o que o cargo tem a oferecer. Assim, eles se manterão motivados. 

Continue tendo reuniões individuais e pergunte como eles se sentem, o que esperam de seu cargo e encoraje-os a ser francos e diretos com você e com a equipe.

Outra boa medida é construir um programa de mentoria em que o novo funcionário receba ajuda contínua de membros seniores da equipe. Pode ser outra reunião individual, uma série de workshops ou até mesmo atividades externas. Qualquer ação que ajude o novo colaborador a crescer mais rápido, alinhado com a equipe e a cultura da empresa.

Isso vai criar um melhor ambiente de trabalho, tanto para o novo colaborador quanto para a equipe. Assim, essas medidas fortalecerão esse relacionamento.

A otimização deve ser agradável

As mudanças sempre acontecem fora da nossa zona de conforto, mas não devem ser dolorosas neste caso. É por isso que criamos o Pipefy: para ajudá-lo a ter sucesso ao realizar melhorias em sua empresa, sempre de uma forma organizada e sem complicações.

O que é Pipefy?

Pipefy é a plataforma de gestão de trabalho para aqueles que fazem acontecer. Organize e controle facilmente seu trabalho em um único local. O Pipefy permite que qualquer pessoa agilize e automatize seu processo de negócios por conta própria, resultando em mais qualidade e velocidade.

Nossa plataforma te oferece uma visão completa de cada etapa do seu processo. Assim, você se certifica de que tudo está sendo feito da forma correta, dentro do prazo.

Domine o processo de onboarding de sua equipe com o Pipefy

O modelo de onboarding de colaboradores do Pipefy é um processo passo a passo especialmente projetado para tornar a integração de novos funcionários mais produtiva e planejada.

Com nossas ferramentas, você pode seguir etapas simples para projetar seu processo de onboarding, desde o momento em que seu novo funcionário assina o contrato até o 30º dia. Você pode organizar todas as suas informações, completar checklists e garantir que não está esquecendo de nada!

Comece a usar o Pipefy agora e melhore sua experiência de onboarding de colaboradores. Dê forma ao seu processo, e se certifique de que ele esteja organizado, padronizado e no formato que você planejou desde o início.

P.S.: Se você quiser ir além e otimizar seus processos de recrutamento, experimente nosso modelo hoje.

Escrito por
Thais Macedo
With experience in journalism and Digital Marketing, Thaís loves writing, traveling and learning new things.
Solicite uma demonstração