O que é Onboarding de Colaboradores (e por que é tão Importante)?

Você sabe qual o impacto a longo prazo de um processo abrangente de integração de colaboradores? Clique aqui para descobrir!

Quando um novo funcionário ingressa na empresa, os primeiros dias (e semanas) são essenciais para garantir que ele se adapte adequadamente e receba todo o conhecimento necessário o mais rápido possível. Esse processo importante, anteriormente conhecido como “orientação de funcionário”, é agora chamado de Onboarding de Colaboradores ou integração de colaboradores.

Até alguns anos atrás, as empresas – especialmente as grandes – tinham um pacote pré-estabelecido de ações e informações que o departamento de RH transmitia a todos os novos funcionários, literalmente orientando-os sobre como proceder nas primeiras semanas de trabalho.

Atualmente, a integração de colaboradores é vista como um processo muito mais abrangente, no qual todos os funcionários, especialmente os membros da equipe do novo contratado, estão envolvidos para garantir que ele se sinta confortável e confiante para dar o melhor de si.

Um processo de integração de colaboradores moderno vai muito além de algumas reuniões com o RH para fornecer informações gerais. Muitos estudos comprovaram que esses primeiros momentos são decisivos para o desenvolvimento a longo prazo de um funcionário, e é por isso que as empresas estão dedicando mais tempo e recursos para fazer com que o funcionário se sinta bem-vindo e adaptado ao seu trabalho.

O que é Onboarding de Colaboradores?

Diferente do antigo conceito de “orientação”, a integração de colaboradores vai muito além do fornecimento de informações genéricas.

Embora a estrutura geral do onboarding possa variar de empresa para empresa (ou até mesmo de equipe para equipe), ela normalmente inclui sessões de treinamento e orientação, realizações/marcos e reuniões interativas.

Não há dúvida de que a experiência do funcionário durante as primeiras duas semanas em um novo emprego deixará uma impressão duradoura. Um processo de onboarding de funcionários bem estruturado ajuda a garantir que essa impressão seja positiva.

Vamos começar com o primeiro dia de trabalho do novo funcionário. Você pode definir algumas etapas padrão para dar boas vindas ao novo membro da equipe no primeiro dia. Coisas como informar a recepcionista que um novo funcionário está chegando ou pedir que um membro da equipe cumprimente o novo funcionário quando ele chegar e acompanhá-lo pessoalmente até a nova estação de trabalho podem ser muito vantajosas.

Sempre informe que uma nova pessoa está ingressando à equipe, e apresente-a a todos os seus novos colegas. Não sobrecarregue o novo integrante com informações em seu primeiro dia. Afinal, você terá o resto da semana apresentando adequadamente a empresa, como ela funciona, a estrutura organizacional e muito mais.

Como a maioria das entrevistas não deixa claro especificamente quais as atribuições do novo funcionário em seu cargo, você deve fornecer orientação específica e explicar o que é esperado dele, que recursos ele terá para atingir seus objetivos etc.

Muitos gerentes cometem o erro de acreditar que o processo de onboarding de colaboradores não deve durar mais que uma semana (a propósito, deve durar muito mais).

Na integração, acompanhar o desempenho inicial do novo colaborador, estabelecer benchmarks e agendar reuniões para fornecer orientação específica e mais complexa à medida que ele prossegue com o processo de aprendizado é indispensável.

Sempre (repito, SEMPRE) se certifique de perguntar ao novo funcionário como está o processo de integração, se ele possui todas as informações necessárias para realizar suas atividades, etc.

Aproveite essas reuniões para conhecer o novo membro da equipe e pedir seu feedback sobre cada etapa do processo de integração. Essas informações são valiosas para ajudar a continuamente melhorar seu gerenciamento de processos.